- DestaquesNOTÍCIASVARIEDADES

Campotech investe em produção sustentável de biofertilizantes

Alunos de empresa júnior da UFPEL irão conduzir o projeto

Seguindo com o seu objetivo principal de investir em educação e tecnologias aliadas a pratica no campo, a Campotech, espaço que fica na zona rural de Dom Pedrito, inicia agora um projeto de produção de biofertilizantes. Através do trabalho que está sendo desenvolvido pela empresa júnior ECAPE, com alunos do curso de agronomia da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), será possível uma produção sustentável de biofertilizantes, sem necessidade da utilização de químicos.

Segundo o estudante Henrique, o projeto sustentável visa criar um ciclo dentro da Campotech: “O propósito é que a gente consiga fazer dentro da propriedade uma produção durante o ano inteiro e que os resíduos dessa produção, ou seja, o resto da alimentação humana, possa ser transtornado e recomposto como adubo natural para a horta que iremos implementar”, explica o aluno de agronomia.

O diretor/proprietário da Campotech, Marcos Brum, ressalta que o espaço criado na zona rural de Dom Pedrito deve ser utilizado por estudantes para atividades práticas: “O objetivo da Campotech, desde que a gente criou, é proporcionar tecnologia, diversidade e um espaço para estudantes. Tanto da nossa escola quanto para outras instituições que queiram vir aprender ou ensinar, esse é o objetivo dessa estrutura”.

Notícias relacionadas

Marcar também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios