- DestaquesNOTÍCIAS

Pedritense admite ter assassinado jovem que estava desaparecida em Serafina Corrêa

Corpo estava em matagal no município de Nova Araçá. Caso foi esclarecido a partir de novo depoimento do autor confesso nesta quinta-feira (26)

Em novo depoimento na Polícia Civil de Serafina Corrêa,  um homem de 40 anos, natural de Dom Pedrito confessou ter assassinado Daniele dos Santos Camargo, 23 anos, que estava desaparecida desde o dia 4 de agosto. O autor confesso, que é ex-companheiro da jovem, apontou onde enterrou o corpo da vítima,  um matagal na Linha Caçador, no interior de Nova Araçá. Com a confissão, a investigação confirma a tese de feminicídio. O nome dele não foi divulgado pela polícia.

A Polícia Civil já tinha imagens de câmeras do encontro de Daniele com o ex-companheiro e do automóvel dele circulando por estradas rurais. A perícia veículo encontrou vestígios de sangue no porta-malas. Todas essas provas foram utilizadas para confrontar o suspeito na manhã desta quinta-feira (26).

— Ele admitiu ter matado a Daniele e indicou o local onde estava o corpo. Ele alega que houve uma discussão entre eles. A versão é que a mulher tentou agarrar os cabelos dele e ele acabou asfixiando ela com uma extensão (fio de luz). Quando constatou que ela estava morta, ele relata que a colocou no porta-malas e começou a procurar um local para esconder o corpo — descreve o delegado Tiago Lopes de Albuquerque, responsável pela investigação.

O corpo de Daniele foi encontrado na tarde desta quinta-feira (26), a cerca de 25 quilômetros do centro de Serafina Corrêa. Foram 22 dias de investigação e buscas pela zona rural da região. O delegado Albuquerque afirma que o caso está esclarecido e que o inquérito policial deverá ser concluído na próxima semana.

No final da tarde, a perícia do IGP com luminol, realizada pelo Posto de Criminalística do IGP, em Caxias do Sul, no carro do homem coletou amostras compatíveis com sangue humano. Análises laboratoriais compararam o material cedido pelo pai da vítima, e confirmaram que o sangue presente no carro é compatível.

 A perícia de local de cadáver encontrado foi realizada pelo Posto de Criminalística de Passo Fundo. O corpo está sendo levado para o Posto Médico-Legal de Bento Gonçalves, onde será feita a necropsia que pode apontar as causas da morte.  

Fonte: GaúchaZH

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios