- DestaquesNOTÍCIAS

Prefeitura entrega medalhas a destaques do comércio

Condecoração é em alusão ao Prêmio Ramón Antonio Torres

Numa noite carregada de lembranças e muita emoção, foi realizada nesta segunda-feira, 16, no Instituto Artístico Carlos Gomes, auditório Neli Firpo, a cerimônia da entrega das medalhas condecorativas do prêmio Ramón Torres, 1ª edição, instituído pela Prefeitura de Dom Pedrito, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Cultura e Turismo, para homenagear nossos valorosos empreendedores e comerciantes, em alusão ao Dia do Comerciante.

ENTREGA DE PREMIAÇÃO

Anualmente, o prêmio Ramón Torres fará a entrega das medalhas como forma de honraria, que serão entregues, para cinco empreendedores e/ou comerciantes locais de acordo com a temática anual que será definida por critérios estabelecidos pela comissão organizadora.

Temática 2021 – “Personagens Atuais do Desenvolvimento Histórico do Comércio de Dom Pedrito”.

Medalhas condecorativas que serão entregues anualmente em memória de grandes comerciantes de Dom Pedrito:

  • Medalha Nazeazeno dos Santos Vargas;
  • Medalha Bernardino de Vargas Royes – Bacará;
  • Medalha Nestor Machado;
  • Medalha Flávio Alves Bueno;
  • Medalha Luiz Mário Valejos Machado.

Todos os homenageados estavam representados pelos seus familiares e receberam a medalha condecorativa eternizando o reconhecimento da comunidade pedritense por seu trabalho frente ao comércio de Dom Pedrito.

HOMENAGEADOS 2021

Receberam a homenagem cinco comerciantes na ativa, que mesmo durante a pandemia se adaptaram e prosseguiram com seus comércios abertos ajudando Dom Pedrito nesse importante momento de superação.

ZOILA RIET VARGAS LANGENEGGER

Seguindo o exemplo de seus pais Nazeazeno e Adelina, Zoila começou a trabalhar desde cedo no comércio. Em 1970 deu início a sua própria atividade comercial, contando com o incentivo do saudoso esposo João Jorge.

Foi aí que foi fundada uma das mais tradicionais casas de comércio em nossa cidade: a Loja Barbarella, que completa neste ano, 51 anos de história.

A Loja Barbarella deu origem a outros empreendimentos da família. Nasceram então outras frentes de comércio, que hoje somam cinco lojas atuando na área varejista de confecções, calçados, cama, mesa e banho. Atualmente as cinco lojas geram em torno de 40 empregos diretos.

Zoila recebeu a medalha Nazeazeno dos Santos Vargas.

PEDRO LAVAL DE LIMA

Filho de Jaqueline e Antônio, neto de Yara (in memorian) e Antônio Laval, carrega uma bagagem de paixão, entrega e trabalho através de seus avós, com 48 anos da Óptica Moderna.

Pedro é o neto mais velho e voltou a residir em Dom Pedrito em 2020, formado em Marketing e Comportamento do Consumo, com experiência no varejo e indústria. Dessa forma, possibilitando que a quarta geração de Alfredo (pai de Antônio), desse continuidade à tradição empresarial da família.

Junto com sua esposa, Graziele, como se a história se repetisse, o casal fica à frente da Nova Óptica, que nasce em outubro de 2020, com um novo conceito de óptica para Dom Pedrito.

Pedro Laval de Lima recebeu a medalha Bernardino de Vargas Royes – Bacará.

MARGARETH MACHADO DA LUZ ZART

Filha de Dionísio e Fani, seguiu os passos do vô Pedro Machado da Luz, que teve o primeiro comércio no interior do município, na localidade do Ponche Verde. Mais tarde, fundou a empresa na cidade, Luz e Cia Ltda, não se sabe exatamente a data de fundação, mas existem registros do livro caixa de 1930.

A loja foi pioneira na região na venda peças automotivas da Ford, GM, televisores e bicicletas. Mais tarde, o filho Dionísio deu continuidade ao comércio e com o passar dos anos a filha assumiu a empresa.

Atualmente é proprietária da Luz e Cia LTDA, atuando na venda de autopeças e ferragens há mais de 40 anos e conta com a ajuda do filho Fernando, chegando então a quarta geração da loja Luz e Cia, também conhecida como Machado da Luz.

Margareth Machado da Luz Zart recebeu a medalha Nestor Machado.

VALDIR JOSÉ FOLGIARINI

Filho de Catarina e Alfredo, natural de Caçapava do Sul, veio para Dom Pedrito com 27 anos. Em 22 de novembro de 1962, inaugurou o Armazém Folgearini e, em 1968, abriu a Ferragem Folgearini que permanece ativa até hoje, no mesmo endereço.

Neste ano, no dia 22 de novembro, Valmir Folgiarini completa 59 anos de sua vida dedicados exclusivamente ao comércio. Segundo ele: “depois que comecei a trabalhar no comércio, não fiz outra coisa da vida”.

Aos 90 anos, Valdir Folgiarini, atende no seu comércio diariamente, de segunda a sábado. Há três anos, conta com o auxílio de uma funcionária, mas até então sempre atendia aos seus clientes sozinho.

Valdir José Folgearini recebeu a medalha Flávio Alves Bueno.

WALTER WALENTIM PIEMOLINI

Filho de João e Judita, nasceu em Vila Nova Esperança do Sul. Desde a infância, ajudava o pai na lavoura de fumo e, depois, na fabricação de fumo em corda. Quando tinha 12 anos, sua família rumou para a cidade. E foi com essa idade que ele e três de seus irmãos começaram a trabalhar na fábrica de pilchas gaúchas dos irmãos Frizzo, onde adquiriu experiência e aprendizado no trabalho em couro.

Em dezembro de 1964, Walter e seus irmãos, ainda trabalhando na fábrica, alimentavam um sonho de abrir o próprio negócio. Foi aí que, ouvindo a Rádio Upacaraí, que alcançava perfeitamente o local onde residiam, descobriram a cidade de Dom Pedrito.
Em um ato de aventura, os quatro irmãos resolveram largar tudo, partindo para nossa cidade, dar início a concretização do tão sonhado empreendimento próprio. Foi aí que criaram a Correaria Nova Esperança.

Já são 57 anos de comércio em funcionamento junto à comunidade pedritense. Nesses anos, vários funcionários passaram pela loja, porém, hoje em dia, ele e a esposa são os responsáveis pelo atendimento ao público.

Walter Walentim Piemolini recebeu a medalha Luiz Mário Valejos Machado.

AGRADECIMENTOS

Em especial a todas famílias que compartilharam conosco as histórias de vida dos grandes empreendedores homenageados, só dessa forma foi possível dividir com toda a comunidade esses históricos que ficarão guardados nas nossas lembranças.

Agradecemos também a Melize Xavier e ao Jorge Arthur que deram voz e emoção a cada homenagem realizada.

O local foi decorado remetendo aos antigos comércios de Dom Pedrito, agradecimento ao Brick da Sorte, que sempre cede peças para que seja possível criar o cenário que retrata os nossos desejos.

Fonte: Dep. Com. prefeitura de Dom Pedrito

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios