+++ Conteúdo Patrocinado- DestaquesVARIEDADES

Empreendedores criam app de entregas focado em cidades menores

O Appétit está presente em 65 cidades que não tinham uma plataforma online de delivery; expansão é feita por meio de franquias

Lançado em 2018, o aplicativo Appétit mirou em uma lacuna no mercado: a falta de serviços de entrega em cidades pequenas. “Fizemos um mapeamento pelo Brasil e vimos que mais de mil cidades não tinham uma plataforma de delivery online. Elaboramos uma estratégia focada especificamente nestes locais”, diz Juliano Matias, um dos fundadores da startup que tem sede em Cascavel, no Paraná.

O aplicativo foi criado dentro da Rhede Sistemas, companhia de software que auxilia na gestão de outras empresas, em questões como controle financeiro, estoque, emissão de nota fiscal etc. Em 2019, o Appétit se tornou uma empresa independente, que também tem Roberto Fantin e Roberto Carpes como sócios. O faturamento foi de R$ 250 mil no ano passado.

Entrar em cidades que não contam com serviços de delivery é uma oportunidade, mas também um desafio, já que eles precisam criar uma mudança de cultura. “As pessoas não estão acostumadas a fazer pedidos pela internet. No máximo, usam WhatsApp para falar com os estabelecimentos”, diz Matias. Uma das táticas para incentivar o consumo online foi investir em marketing, divulgando vídeos e materiais impressos para explicar como funciona o serviço.

No segundo ano de operação, a startup já estava presente em cinco cidades próximas a Cascavel. No entanto, os sócios sabiam que seria difícil fazer a expansão pessoalmente. “Percebemos que seria uma expansão lenta”, afirma Matias.

Decidiram então estruturar o sistema de franquias — focando nos moradores das cidades pequenas que teriam mais facilidade em oferecer o serviço aos conhecidos. “O franqueado cuida de toda a parte local, sendo responsável por fazer a prospecção dos estabelecimentos e cadastrá-los na nossa plataforma”, afirma Matias. “Nós cuidamos da divulgação e disponibilizamos a tecnologia.”

As primeiras unidades de franquia foram vendidas no início de 2020. Hoje, a plataforma está presente em 65 cidades, em estados como Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Bahia. Também são tem mais de 2,5 mil estabelecimentos cadastrados e 1,3 mil entregadores em operação. A empresa já faturou R$ 400 mil neste ano, e a meta é chegar a R$ 1 milhão. 

Fonte: Pequenas Empresas, Grandes Negócios.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios