- DestaquesNOTÍCIAS

Golpe do nude, WhatsApp clonado, dentadura atrasada e má fé

Número de casos de estelionato cresce em Dom Pedrito

Não há um número oficial sobre o tema, mas observações ligeiras dão a impressão que além da Covid-19, a pandemia acentuou ainda mais o número de golpes, os chamados estelionatos, e Dom Pedrito não ficou fora dessa estatística. Diariamente são registrados boletins de ocorrência na delegacia de polícia local dando conta de casos dos mais variados

Golpe do nude

Clássico, porém ainda capaz de fazer suas vítimas este foi o caso de um pedritense. O homem de meia idade recebeu um convite de uma mulher pelo Facebook. Depois de aceitar, a suposta mulher pediu seu número de WhatsApp. Ela, então, envia fotos íntimas e pede que ele também envie. No dia seguinte, alguém se identificando como pai da mulher entra em contato pedindo R$ 5.500,00 para pagar o custo de uma TV e um notebook que a mãe da garota teria quebrado ao saber da troca de fotos, condição para não informar a polícia.

WhatsApp clonado

Outro golpe bastante aplicado e que tem feito muitas vítimas. A vítima recebeu uma mensagem pedindo que enviasse um código. Depois de fazê-lo, o aplicativo parou de funcionar. Até o momento do registro, a vítima não teve conhecimento se algum contato seu recebeu pedidos de dinheiro

Dentadura atrasada

Embora o título sugira algo cômico, trata-se de um desacerto comercial entre um paciente de uma clínica dentária. A vítima relata que em 14 de maio de 2018 começou um tratamento dentária na referida clínica. Em outubro de 2020 iniciou o tratamento para a confecção de uma prótese dentária (dentadura), sendo informado que o prazo para a entrega seria de 30 dias, mas até o momento não teria recebido. O paciente pagou R$ 850,00 adiantados.

Má fé

Uma mulher vende um terreno em Rosário do Sul pelo valor de R$ 25 mil. O valor é depositado no banco por sua filha de criação. Depois de gastar parte desse valor, um saldo de pouco mais de R$ 11 mil restou na conta. Em dado momento ela resolve conferir o saldo e tem a surpresa de que somente R$ 273,00 restara. A vítima acredita que sua filha tenha efetuado transferências através de aplicativo de celular.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios