- DestaquesNOTÍCIAS

Sociedade de Medicina de Dom Pedrito faz 85 anos

Entidade foi fundada em 9 de junho de 1936

A história da ciência de Hipócrates em Dom Pedrito tem início, ao que se sabe, com o Dr. Modesto de Souza– formado na Universidade de Medicina da Bahia – que no último quartel de 1800 se estabeleceu em nossa cidade. Mas, por outro lado, o primeiro profissional pedritense é o Dr. João Tavares Bastos, um dos seis filhos do Pe. José Tavares Bastos Rios com Lúcia Dias, e que foi festivamente recebido pela comunidade no final de 1886, recém graduado em Medicina pela Faculdade do Rio de Janeiro, e que se tornou o grande chefe local do Partido Republicano.

Antes da criação da Sociedade de Medicina de Dom Pedrito (SMDP), tivemos no comando da Administração Municipal os seguintes médicos:

  • Alexandre Abreu Fialho – 1901 a 1908;
  • Arthur Trilha de Lemos – 1913, e
  • Oscar Carneiro da Fontoura – 1928 a 1932 .

É salutar que os profissionais se organizem em sociedades de classe, assim no Rio Grande do Sul, vão surgindo as Sociedades de Medicina. Pois Dom Pedrito funda sua Sociedade de Medicina em 9 de junho de 1936, há oitenta e cinco anos, registrada em seu Livro de Atas, que foi guardado pelo Dr. Carlos Alberto Araújo da Rosa e repassado ao acervo do Museu Paulo Firpo.

O jornal PONCHE VERDE de 11 de junho daquele ano destaca a fundação da SMDP. Reunidos os profissionais na casa do Dr. Arthur Lopes Villamil de Castro (atual Barão do Upacarahy, esquina Bernardino Ângelo) os médicos de Dom Pedrito, juntamente com o Dr. Amaro Bonfiglio– Delegado de Saúde– fundaram a SOCIEDADE DE MEDICINA DE DOM PEDRITO, congregado assim os médicos que naquele momento clinicavam no município. Os princípios dessa Sociedade eram de contribuir para a elevação do nível cultural do povo de Dom Pedrito e para o seu bem-estar social, especialmente nos aspectos da higiene e assistência pública; realizar reuniões quinzenais em que seriam relatados casos clínicos interessantes e assuntos referentes à profissão; estabelecer relação com entidades congêneres; amparar ações da Delegacia de Saúde com as demais autoridades sanitárias do Estado, principalmente no que se refere à fiscalização do exercício profissional para o desenvolvimento da Santa Casa de Caridade de Dom Pedrito, procurando dotá-la das melhorias indispensáveis à sua finalidade e amparar todas as iniciativas que objetivem beneficiar essa instituição.

Nesse mesmo dia foi escolhida a diretora da Sociedade:

  • Presidente: Dr. Artur Lopes Villamil de Castro;
  • Vice-presidente: Dr. Francisco Antônio Gonçalves;
  • Secretário: Dr.Oscar Carneiro da Fontoura, e
  • Tesoureiro: Dr. Acácio Carneiro da Fontoura Filho. 

A Ata tem ainda a assinatura dos Dr. Moacyr Dias e Dr. José Tude de Godoy.

Interessante salientar que esses médicos são homenageados aqui   em estabelecimentos ou logradouros:

  • Dr. Artur Lopes Villamil de Castro, tutelar de escola estadual homônima , tem seu busto na praça General Osório, em frente à igreja matriz;
  • Dr. Francisco Gonçalves homenageado no Posto de Saúde, proximidades da Santa Casa;
  • Dr. Oscar Carneiro da Fontoura é nome de rua, de praça e tutelar da APAE;
  • Dr. José Tude de Godoy, tem um monumento no pátio da escola   que patroniza, denomina um bairro e um centro comunitário, e
  • Dr. Moacyr Dias, é lembrado também no bairro na zona sul da cidade.

Assinalando os 85 Anos de Fundação da Sociedade de Medicina de Dom Pedrito, quarta entidade similar mais antiga do Estado, e segunda mais antiga em atividade, conforme atestado pela Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS). No dia 15 de junho, fará uma visita à Dom Pedrito o Presidente da AMRIGS (Dr. Gerson Junqueira Júnior), ocasião em que a Sociedade ganhará sua sede, no complexo da Santa Casa de Caridade de Dom Pedrito, em evento organizado pela Dra. Silvana Salbego Piemolini Mozzaquatro (Presidente da SMDP), Dr. Rogério Riet Vargas Tomasi, Dr.Léo Melleu Gomes, Sr. Luiz Carlos Moraes Costa (Provedor da Santa Casa) e Sr. Adão dos Santos (Administrador da Santa Casa).

Destaca-se também o apoio da AMRIGS na publicação de um livro que resgatará a História da Medicina de Dom Pedrito, com a importante colaboração do Museólogo Prof. Adilson Nunes de Oliveira e da Sra. Elaine Bruzza, conforme reunião realizada em 30 de abril de 2021, em Porto Alegre, na sede da AMRIGS.

Por Adilson Nunes de Oliveira – Professor e Museólogo

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios