- DestaquesNOTÍCIAS

Pagamento do novo auxílio emergencial começa nesta terça-feira

Veja perguntas e respostas sobre o benefício

Começa nesta terça-feira (6) o pagamento da primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial. Nessa etapa, nascidos em janeiro serão os primeiros a terem acesso ao beneficio, que terá repasses escalonados nos próximos dias de acordo com a data de nascimento. 

A Caixa Econômica Federal depositará o auxílio nas contas digitais — que todos os beneficiários já possuem. Com isso, o valor poderá ser usado para movimentações financeiras, como pagamento de contas e de compras por meio de cartão de débito virtual. 

A possibilidade de saque ou transferência ocorrerá em um segundo momento, a partir de 4 de maio, também definido por meio de calendário escalonado. 

Veja perguntas e respostas sobre o benefício

Como saber se me encaixo na nova rodada do auxílio emergencial? 
A consulta pode ser feita no site da Dataprev (clique aqui). Os cidadãos também poderão verificar se terão direito ao benefício acessando ao site da Caixa (clique aqui), ou via telefone, no número 111, da central do banco.

Quem poderá receber auxílio emergencial?
Os valores serão destinados apenas aos cidadãos que já estavam elegíveis ao programa até dezembro de 2020. O auxílio beneficia trabalhadores informais, microempreendedores individuais e desempregados (que não estejam recebendo o seguro-desemprego) com renda familiar total de até três salários (R$ 3,3 mil),  desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo (R$ 550). Nessa nova rodada, apenas uma pessoa por família poderá receber o auxílio.  

Como participar da nova rodada? 
Nessa nova etapa do pagamento, não é necessário realizar inscrição para obter o benefício. O pagamento será feito de maneira automática, desde que o beneficiário que tenha recebido o auxílio emergencial ou a extensão no ano passado e se encaixe nos requisitos de elegibilidade do auxílio em dezembro de 2020.

Como contestar inelegibilidade ao novo auxílio? 
Pessoas que se enquadram nos requisitos para ter acesso ao novo repasse, mas que foram consideradas inelegíveis tem até 12 de abril para apresentar contestação. O sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, como atualização de data de nascimento para corrigir idade e de outros dados, como encerramento do repasse do seguro-desemprego. Confira a lista completa dos critérios passiveis de contestação.

Após o recebimento da primeira parcela, caso o repasse venha a ser cancelado na reavaliação mensal, o beneficiário também poderá contestar a decisão.

Qual o valor do novo benefício e número de parcelas? 
Serão pagas aos trabalhadores quatro parcelas mensais no valor médio de R$ 250. Pessoas que moram sozinhas têm direito a quatro parcelas mensais de R$ 150. Mães solteiras têm direito a quatro parcelas mensais de R$ 375. Quem está com o auxílio emergencial ou a extensão cancelados não tem direito ao novo benefício. 

Qual o calendário de pagamentos?
O governo federal anunciou na semana passada que o pagamento da nova rodada do auxílio emergencial começará nesta terça-feira (6) para pessoas que nasceram em janeiro. Nascidos nos meses seguintes terão acesso ao valor da primeira parcela em outros dias do mesmo mês. Confira o calendário.

Qual o intervalo de tempo entre as parcelas?
Os beneficiários do público geral — fora do Bolsa Família — terão de esperar entre 40 e 47 dias para receber a segunda parcela do auxílio, segundo informou o jornal o Estado de S. Paulo. Isso ocorre em razão da diferença de datas para o repasse entre os meses. Por exemplo, nascidos em janeiro receberão o primeiro depósito em 6 de abril, mas a segunda parcela cairá na conta apenas em 16 de maio — intervalo de 40 dias, mesma diferença para os nascidos em fevereiro.

Como será o acesso ao valor do benefício? 
Nesse primeiro momento, serão seguidos os mesmos critérios dos benefícios anteriores, com liberação do recurso na poupança social digital para movimentações, como pagamento de contas. A possibilidade de saque e ou transferência ocorrerá em um segundo momento, também com calendário definido conforme a data de nascimento, a partir do dia 4 de maio. A Caixa informou que a medida visa evitar aglomerações nas agências. 

Como acessar a poupança digital? 
A conta Poupança Social Digital pode ser gerenciada por meio do aplicativo Caixa Tem.

Como fica o benefício para quem recebe o Bolsa Família?
Segue valendo o critério de benefício mais vantajoso para a família. Se o valor do auxílio for maior do que o do Bolsa Família, esse benefício substituirá temporariamente o valor do Programa Bolsa Família.

Quantas pessoas devem ser beneficiadas com o novo auxílio?
O governo federal estimava que benefício deverá ser pago a 45,6 milhões de famílias.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios