- DestaquesNOTÍCIAS

Acusado de crimes sexuais é preso em Bagé

Além de uma arma e munições, vários objetos condizentes com a prática foram apreendidos

 

Na manhã de ontem (23), a Polícia Civil cumpriu quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, em Bagé e Candiota.

A ação foi realizada pela DEAM – Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Bagé, com apoio de policiais civis da Primeira Delegacia de Polícia de Bagé, Segunda Delegacia de Polícia de Bagé e Delegacia de Polícia de Candiota.

Na ocasião, foram cumpridos mandados de busca com a finalidade de se apreender armas de fogo e munições, além de objetos concernentes à prática de delitos sexuais.

Em Candiota, foram apreendidos inúmeros objetos em uma residência, entre eles: notebook, celular, câmeras de monitoramento, DVR, Cds, Dvds, pendrives etc, pois a investigação de um dos inquéritos visa elucidar crime de estupro praticado na casa do investigado.

Na mesma oportunidade, o investigado foi preso preventivamente pelo policiais civis, em cumprimento a mandado de prisão preventiva decretada pelo Judiciário após representação por parte da Autoridade Policial que conduz a investigação, Delegada Daniela Barbosa de Borba, titular da DEAM.

Depois das diligências em Candiota, o preso foi trazido para DEAM de Bagé com a finalidade de ser interrogado e posteriormente encaminhado ao Presídio Regional de Bagé.

O investigado possui antecedentes por crimes sexuais. No caso sob investigação, a vítima informou que o conheceu por um aplicativo de relacionamentos, tendo sido obrigada a manter relações sexuais com o investigado.

Em Bagé, foram cumpridos três mandados de busca, sendo um deles na área rural, onde foi apreendida uma espingarda boito calibre 12, cujo responsável foi preso em flagrante por violência doméstica recentemente.

A Delegada Daniela Barbosa de Borba alerta as mulheres para terem cautela ao marcarem encontros com pessoas que conhecem em aplicativos de relacionamento, a fim de evitar fatos como o que ocorreu em Candiota. Ela deslocou da Cidade de Rio Grande para conhecer o investigado, com o qual estava se comunicando há 10 dias, aproximadamente. A ofendida alegou que o agressor praticou sexo anal sem seu consentimento.

Eventuais vítimas de fatos semelhantes poderão procurar a DEAM de Bagé (telefones 53 32428955 e 53 32413709).

Fonte: Polícia Civil

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios