- DestaquesNOTÍCIAS

Nova alta: Petrobras aumenta gasolina em 23 centavos e diesel em 14 centavos

Sucessivas elevações são puxadas por petróleo e dólar

O petróleo e o câmbio não deram trégua e, com isso, a Petrobras anuncia nova elevação de preços dos combustíveis nas refinarias. O aumento valerá a partir desta terça-feira (9). No caso da gasolina, será uma alta de 23 centavos. No diesel, o aumento é de praticamente 15 centavos:
Gasolina + R$ 0,2342
Diesel + R$ 0,1487

O preço médio de venda da gasolina passa para R$ 2,84, com alta de 9,2%. Já o custo do diesel será de R$ 2,86, em média, com aumento de 5,5%. Os valores variam um pouco conforme a refinaria. 

No caso da gasolina, é o sexto aumento de 2021, acumulando alta de 54%. No diesel, é a quinta elevação, com 41,6% de aumento no ano.  

As sucessivas elevações têm dois motivos: petróleo e câmbio. A coluna avisou da provável alta ainda na sexta-feira passada: Um novo aumento de preços dos combustíveis à vista

No caso do petróleo, a vacinação em importantes economias aumenta circulação e eleva o consumo de combustíveis. Além disso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiu manter em abril o nível de produção de março para sustentar os preços. No final de semana, ainda houve um ataque a um porto petroleiro na Arábia Saudita levando o barril do petróleo a US$ 70. Não é um maior patamar da história, mas a pressão maior agora vem do câmbio.

Já o real segue se desvalorizando em relação ao dólar. Há uma valorização mundial da moeda norte-americana. Mas, no Brasil, o atraso na vacinação e os impactos disso na economia com novas restrições provocam uma pressão ainda maior sobre o câmbio. A moeda era vendida a R$ 5,72 no final da manhã desta segunda (8), com alta de quase 1%. 

Os aumentos têm sido motivo de tensão entre o presidente Jair Bolsonaro e o atual comando da Petrobras. Bolsonaro já indicou, inclusive, o general Joaquim Luna e Silva para substituir Roberto Castello Branco, que prometeu manter a política de preços com paridade internacional enquanto estiver no cargo. Nesta segunda, Petrobras informou ter recebido a indicação de seis nomes para o conselho de administração da estatal, que serão avaliadas em assembleia geral extraordinária. Isso inclui o nome para substituir o Castello Branco no cargo máximo da companhia. 

Nas bombas

O repasse para o consumidor é praticamente certo. Após ter batido recorde há duas semanas superando a marca de outubro de 2018, o preço da gasolina segue em alta nos postos de combustíveis do Rio Grande do Sul. Pela última pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP), feita na semana passada, o litro está custando, me média, R$ 5,49. Ele varia de R$ 5,199 a R$ 6,197, conforme os mais de 160 estabelecimentos que entraram no levantamento. 

Fonte: GaúchaZH

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios