- DestaquesNOTÍCIAS

Polícia Civil prende segundo envolvido em homicídio

Crime aconteceu na manhã de sábado, em Bagé

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.
 

Nesta manhã, a POLÍCIA CIVIL prendeu preventivamente em Bagé o segundo envolvido no homicídio qualificado praticado contra a vítima Celso Moreira (39 anos), na manhã do dia (20), na Rua 21 de abril, em frente ao numeral 1509, na vizinha Bagé

Na ocasião, a vítima foi atingida por diversos disparos de arma de fogo, indo a óbito.

De acordo com imagens de câmeras de monitoramento de uma residência, a vítima dirigia um carro, ocasião em que outro veículo se aproximou, e o indivíduo que estava na carona desceu e efetuou os tiros.

De forma imediata e ininterrupta, a POLÍCIA CIVIL, em conjunto com a BRIGADA MILITAR, deu início a diligências para localização dos autores do crime.

Na noite do dia (20), a BRIGADA MILITAR abordou o condutor do veículo utilizado no delito e apresentou-o no plantão da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, tendo sido o suspeito autuado em flagrante por homicídio qualificado.

A Autoridade Policial que procedeu à autuação em flagrante e que conduz a investigação, Delegada de Polícia Daniela Barbosa de Borba, também representou ao plantão do Poder Judiciário pela decretação das prisões preventivas de ambos os suspeitos, ou seja, do autuado em
flagrante e de seu filho (21 anos), este identificado como o autor dos disparos.

Na manhã de hoje (22), o autor dos tiros compareceu na Primeira Delegacia de Polícia, acompanhado de advogado, momento em que efetuou a entrega da arma de fogo utilizada no crime (pistola calibre 9mm) e restou preso preventivamente por policiais civis do Setor de Investigação da 1ª DP.
Ouvido em cartório, o preso assumiu a autoria, esclarecendo que seu pai dirigia o veículo no momento do crime.

O investigado preso na data de hoje alegou que disparou os tiros contra Celso porque a vítima havia tido um relacionamento com sua irmã, porém ele continuava rondando a casa e ameaçando-a de morte, além de já ter tentado estuprá-la.

Fonte: Polícia Civil

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios