- DestaquesNOTÍCIAS

Término de doses gera reclamações entre idosos e acompanhantes

Setor de imunização rebateu informando que as doses restantes seriam aplicadas por livre demanda

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A vacinação contra a Covid-19 teve mais uma etapa em Dom Pedrito na manhã desta sexta-feira (19). Conforme divulgado na quinta-feira (18), restavam 159 doses para idosos acima de 80 anos e mais 20 doses reservadas para profissionais da saúde e a aplicação seria por livre demanda, das 8h às 13h, no posto central.

Hoje, portanto, pessoas já se “aglomeravam” em frente ao posto e arredores, a pé e em carros, desde as 6h da manhã. O resultado é que às 10h 30min as doses acabaram revoltando quem esperou duas horas ou mais na fila. Idosos e seus acompanhantes reclamaram da organização afirmando que poderia ter sido distribuído fichas.

Nossa reportagem conversou com a enfermeira Raquel Stochero, chefe do setor de imunizações da Secretaria de Saúde de Dom Pedrito. Ela explicou que as doses restantes eram as que haviam sobrado das que chegaram para os idosos acima de 85 anos e como a procura foi baixa, decidiu-se expandir para o próximo grupo. Ela ressaltou que foi divulgado antecipadamente que a vacinação ocorreria por livre demanda, ou seja, por ordem de chegada.

Questionada sobre a possibilidade de ter sido distribuído fichas, a enfermeira afirmou que a preocupação maior era com o trabalho de aplicação das doses e que a organização das filas ficou a cargo de dois militares da 3ª Cia E Cm Mec. Raquel revelou que quando havia somente 30 doses, um dos militares avisou quem ainda estava na fila.

Raquel disse que para a próxima etapa pretende fazer a distribuição fichas para que situações semelhantes sejam evitadas.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios