- DestaquesNOTÍCIAS

Segundo o Governo do Estado, Dom Pedrito aplicou 36% das doses da vacina recebidas

No município, 557 pessoas receberam a 1ª dose

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

O Governo do estado do Rio Grande do Sul atualiza diariamente um site de monitoramento da imunização contra a Covid-19 onde disponibiliza os dados sobre a campanha de vacinação contra a Covid-19 nos municípios gaúchos. Doses recebidas, aplicadas, números sobre os grupos prioritários e outras informações podem ser encontradas por lá.

Dom Pedrito, até o momento, recebeu 1.530 doses das vacinas para serem aplicadas em quatro grupos distintos: profissionais da saúde, idosos acima dos 85 anos, idosos em instituições de longa permanência e pessoas a partir dos 18 anos com deficiência, residentes em casas inclusivas (A Residência Inclusiva é uma unidade ou equipamento da Assistência Social onde é ofertado o Serviço de Acolhimento Institucional para jovens e adultos com deficiência).

Os dados disponibilizados informam que apenas 36% das vacinas foram aplicadas nesses grupos totalizando 557 imunizantes apenas como primeira dose.

Em comparação as cidades da região, Santana do Livramento já aplicou 63% das vacinas e Bagé apenas 28%.

Cabe salientar que a campanha está temporariamente paralisada em Dom Pedrito em razão do ponto facultativo de Carnaval e deve ser retomada nesta quinta-feira (18).

Ainda não há previsão para a chegada de novas doses da vacina, o que vem preocupando prefeitos e governadores.

Atualização

Em conversa recente com a secretária de Saúde do município, Lilian Loreto, novos dados sobre a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Dom Pedrito foram divulgados. De acordo com a secretária, foram recebidas 630 doses para serem aplicadas no grupo dos idosos acima dos 85 anos e destas, 379 foram utilizadas.

Ela ainda ressalta que a procura continua muito baixa e que espera que a imunização e os agendamentos avancem consideravelmente nos próximos dias.

Loreto ainda informou que os dados que constam no site do Governo do Estado, utilizado como principal fonte para esta reportagem, não estão atualizados em virtude do feriado de Carnaval.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios