- DestaquesNOTÍCIAS

MP realiza reunião virtual para tratar da ausência de leitos de UTI em Dom Pedrito

Evento ocorreu na manhã desta sexta-feira (11/12)

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Na manhã desta sexta-feira (11/12), uma reunião virtual realizada pelo Promotor de Justiça, Leonardo Giron, abordou o problema enfrentado em Dom Pedrito, com a ausência de leitos de UTI na Santa Casa destinados aos pacientes acometidos pela covid-19. De acordo com o promotor, o objetivo foi buscar alternativas para a demanda que vem surgindo na pandemia.

O Prefeito Mário Augusto de Freire Gonçalves, disse que está muito preocupado com o atual momento, principalmente com as últimas aglomerações e com as ameaças que fiscais sofreram recentemente. Destacou ainda, que “o problema é muito sério, pois estamos com 80% das ocupações dos leitos, 87 pessoas com o vírus ativo, fora os casos suspeitos. Estamos num momento em que os médicos terão que escolher quem será atendido ou não, pois estamos recebendo muitos pacientes de outras cidades”.

Por mais que se faça toque de recolher, as aglomerações irão seguir ocorrendo e se torna difícil fazer fiscalizações em locais diversos, sendo que o controle deveria ser feito pela Brigada Militar com apoio dos fiscais municipais, visto que a obrigação é do Estado, destacando que esse foi um acordo feito entre o Governador do Estado, Secretário de Segurança e Famurs. Temos uma falta de estrutura para fiscalizar as aglomerações, mas podemos auxiliar a Brigada Militar nesse processo. Ele finalizou pedindo mais conscientização das pessoas, pois o momento é muito difícil

O provedor da Santa Casa e vereador, Luis Carlos Moraes, disse que hoje sete dos dez leitos estão ocupados, destacando duas mortes ocorridas nas últimas 24 horas, um paciente de Pelotas e outro de Veranópolis. Para ele, o grande problema hoje, são as aglomerações e o estado emocional dos profissionais, destacando que muitos entraram em licença por este motivo.

O Defensor Público, André Cruz, disse que a defensoria publica está pronta para auxiliar no que for possível para que uma solução seja alcançada, de preferência de forma extra-judicial. Enxergamos com muita preocupação o atual momento da pandemia no município.

O Juiz da 1ª Vara da Comarca de Dom Pedrito, Luis Filipe Almeida Lemos, disse que a situação parece ter piorado nos últimos dias, e que o poder judiciário está pronto para tomar as atitudes necessárias.

Já o delegado titular da delegacia de polícia de Dom Pedrito, Guilherme Fagundes Nunes, falou que essa é uma questão social e que depende de todos. Ele lembra que a Polícia Civil não tem atribuição ostensiva, mas que dentro das possibilidades está presente, muito embora com o pouco efetivo. “Estamos com um surto de covid dentro da instituição, mas dentro de um projeto em que todos participem, estamos à disposição para auxiliar”, finalizou o delegado.

O Presidente da CDL, Sérgio Zani Vicente, destacou que o comercio está preocupado com o atual momento, e que em termos de distanciamento social e segurança, as lojas tem feito sua parte, mas que a base do CDL está pronta para cumprir o que for determinado.

Marcos Brum, falou pelo Consepro e pela direção das empresas que administra, “através do Consepro podemos auxiliar na questão financeira para ajudar as instituições sem que tenham que passar pelos entraves burocráticos”. Destacou também, o exemplo da Qwerty Escola, que seguiu todos os protocolos e neste período de retorno que foram quase três meses, não houve nenhum caso de covid. Se cada um cuidar do seu, será mais fácil contornar essa situação, mas que medidas mais duras terão que ser tomadas.

Num primeiro momento, ficou definido que o melhor caminho agora é a conscientização das pessoas sobre atual momento.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios