- DestaquesVARIEDADES

Inmet alerta para risco de temporais em parte do Estado nesta quarta-feira

A formação de um ciclone extratropical entre a Argentina e o oeste gaúcho deve provocar chuva forte em algumas regiões, com possibilidade de queda de granizo

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Dezembro começou com tempo firme em praticamente todo o Rio Grande do Sul. De acordo com a Somar Meteorologia, o sol marcou presença em todo o Estado nesta terça-feira (1º), embora pancadas isoladas e passageiras tenham sido registradas durante a tarde em alguns pontos do Litoral Norte, da Fronteira Oeste e do norte gaúcho.

As temperaturas não mudaram muito em relação às registradas nos últimos dias. A máxima desta terça no RS, 33°C, foi apontada em Santa Rosa, no noroeste gaúcho. Em Porto Alegre, os termômetros variaram de 17,8°C a 28°C.

Nesta quarta-feira (2), o cenário tende a mudar. A formação de um ciclone extratropical entre a Argentina e o oeste do Estado deve provocar chuva forte em parte do território gaúcho. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de tempestade para Fronteira Oeste e região noroeste do RS (e também para algumas regiões de Santa Catarina e do Paraná), chamando atenção para o risco de rajadas de vento com até 60 km/h, chuva volumosa e possibilidade de queda de granizo.

Nas demais áreas, segundo a Somar, o sol aparece entre poucas nuvens pela manhã. No entanto, a partir da tarde, também por conta do ciclone, precipitações isoladas (com intensidade moderada) podem ser registradas. O maior acumulado do dia está previsto para Alegrete, na Fronteira Oeste: 54 mm — medida que corresponde a cerca de 38% de toda a chuva esperada no mês de dezembro no município.

Na quinta-feira (3), há condições para chuva em todo o Rio Grande do Sul. As precipitações devem ocorrer a qualquer hora do dia, podendo chegar acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de vento (acima de 60 km/h). Nas regiões norte e noroeste do RS, além da chuva, não está descartada queda de granizo. O maior acumulado desta quinta, 57 mm, está previsto para Marcelino Ramos, no norte gaúcho. Conforme a Somar, este volume representa 35% da chuva esperada no mês no município.

Em Dom Pedrito

O amanhecer foi de sol entre nuvens e com temperatura amena nas primeiras horas da manhã. Os 15° C registrados logo cedo deram lugar ao aumento do calor que pode chegar aos 30° C. A chuva deve retornar a Dom Pedrito a partir da tarde e as condições para chuva permanecem na quinta-feira (3).

Fonte: GaúchaZH/Climatempo/Somar/YR

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios