- DestaquesNOTÍCIAS

Dom Pedrito agora conta com a agroindústria de laticínios “Da Nona”

Neste tipo de empreendimento, os agricultores são protagonistas do processo

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A produção na agroindústria realizada pelos agricultores familiares é uma alternativa importante para geração de renda no meio rural. Processar e comercializar a própria produção torna as famílias independentes dos complexos agroindustriais. Neste tipo de empreendimento, os agricultores são protagonistas do processo, passam a atuar em toda a cadeia produtiva, descentralizando e diversificando a produção, o que promove o desenvolvimento local, fortalecendo os valores culturais, a sustentabilidade e a oferta de produtos de qualidade à população.

Hoje, vamos contar a história do casal Nilson e Renilda Marin, que possuem uma propriedade na Parada Freitas, que fica 10km da cidade, desde 1989. Antes utilizada apenas para lazer da família, em 2009, o casal passou a residir no local e com a permanência, começaram a produzir uvas viníferas e de mesa, melão espanhol, nozes, frutas cítricas e a trabalhar com bovinos de leite. Num trabalho conjunto entre a Emater e a Prefeitura de Dom Pedrito, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação, narramos um pouco mais do desenvolvimento da Agricultura Familiar através desse casal.

Em razão do aprimoramento das atividades e mão de obra disponível, eles optaram por dar prioridade a fabricação de sucos e vinhos e fazer a entrega de leite à indústria.
Em 2015, a senhora Renilda decidiu diminuir o número de vacas na ordenha e beneficiar o seu leite, estabelecendo sua trajetória na fabricação de queijos coloniais. Logo, obteve aprovação de familiares e amigos, o que motivou a sua busca pela especialização e regularização da sua produção.

Em 2014, se cadastrou no Programa Estadual de Agricultura Familiar (PEAF), iniciando sua regularização na fabricação de sucos e laticínios. Em 27 de fevereiro de 2015, com a inauguração da Feira Livre, Renilda começou a comercialização de seus produtos, vendendo além do queijo, uvas, suco, nozes e frutas. Neste ano, dona Renilda iniciou a entrega de frutas cítricas para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e concluiu o processo de regularização de sua Agroindústria de Laticínios, processando diariamente em torno de 80 litros de leite.

Em seus 8,6 hectares, o casal ainda encontra tempo para o cultivo de orquídeas, paixão da dona Renilda. Confira nas imagens, a inauguração realizada recentemente, com a presença dos técnicos que auxiliaram no processo de regularização e, amanhã, na Feira Livre aproveite para adquirir os produtos “Da Nona” e demais delícias cultivadas e preparadas pelos nossos produtores familiares.

Fonte: Prefeitura Municipal de Dom Pedrito

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios