- DestaquesNOTÍCIAS

Presença de insetos intriga população pedritense

Instabilidades do clima podem ter causado a proliferação descontrolada e nuvens se formaram em diversos locais

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Nuvens de um tipo de inseto foram vistas em diferentes pontos de Dom Pedrito nos últimos dias. Algumas pessoas ficaram intrigadas sobre o que seria o bichinho, as causas para seu aparecimento e se oferece perigo à população.

Para tirar a dúvida, conversamos com a professora Anabela Silveira de Oliveira Deble, Bióloga, Dra. Prof. do Curso de Ciências Biológicas e Gestão Ambiental da Urcamp. O caso ainda carece de uma análise mais apurada, mas de acordo com a estudiosa, parece tratar-se do mosquito do gênero Culex SP. Conhecido como mosquito caseiro comum, o Culex geralmente prefere sugar o sangue de pássaros ao humano, saindo para se alimentar ao amanhecer e entardecer. O gênero, que inclui mais de mil espécies, não é considerado tão perigoso para a saúde humana quanto o Anopheles e o Aedes.

Apesar de não ser o principal transmissor de moléstias potencialmente fatais como a malária, febre amarela ou a dengue severa, o inseto de cor parda pode disseminar uma variedade de outras doenças bastante graves, como a febre do Nilo Ocidental, elefantíase e encefalite japonesa, e também a Zika, doença que já foi registrada em Dom Pedrito.

Anabela diz que o calor faz com que eles se reproduzam muito e a falta de chuvas pode estar ocasionando um desequilíbrio nas populações de insetos.

O Departamento de Meio Ambiente monitorou as nuvens nesta segunda-feira. Coletas foram feitas e encaminhadas para analise.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios