- DestaquesNOTÍCIAS

Polícia Civil desencadeia em Dom Pedrito a maior ação policial da história denominada “Operação Sicário”

Ação policial conta um efetivo de 400 policiais que estão cumprindo um total de 64 mandados de busca e apreensão e 36 mandados de prisão preventiva, além dos 24 bloqueios de contas bancárias, ou seja, um total de 124 ordens judiciais

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A Delegacia de Polícia de Dom Pedrito deu início à presente investigação no mês de outubro de 2019, com o objetivo de desmantelar uma associação criminosa ligada ao tráfico de drogas instalada na cidade de Dom Pedrito, responsável pela narcotraficância, crimes de roubo e crimes de homicídio, com vinculação a facção criminosa de atuação estadual. Com efeito, a investigação apurou que a associação criminosa é comandada por um detento, oriundo da cidade de Dom Pedrito, atualmente recolhido à Penitenciária de Charqueadas.

O líder da organização conta com um grande aparato financeiro, dezenas de associados e logística para comandar o grupo mesmo de dentro do cárcere. O grupo criminoso, com atuação disseminada por toda a cidade de Dom Pedrito, atua principalmente no tráfico de drogas, mas também é investigado por planejar e executar crimes de roubo, praticados contra empresários locais (óticas, lotéricas e residências), com objetivo de angariar recursos de forma rápida, valores utilizados para capitalizar a associação.

O esquema criminoso conta com dezenas de vendedores de drogas, assim como indivíduos que auxiliam o líder criminoso no controle financeiro do tráfico, além do armazenamento, transporte e distribuição dos entorpecentes. Dentre os gerentes do grupo está inclusive a companheira do líder da associação criminosa, que além de ser responsável por gerenciar recursos financeiros, através de movimentações bancárias, também participa ativamente na distribuição da droga e introdução de drogas no presídio de Dom Pedrito, onde até poucas semanas atrás o marido estava preso e liderava uma das galerias da casa prisional.

No tocante às movimentações financeiras, foram identificadas 24 contas bancárias, em instituições financeiras diversas, através das quais a associação realizava o recebimento e o pagamento dos valores referentes ao tráfico de drogas. Nesse sentido, representamos pelo bloqueio judicial das 24 contas bancárias, medida que será cumprida em concomitância às demais ordens judiciais.

Ainda, ao longo das investigações, foram realizadas prisões em flagrante, bem como foram cumpridas prisões preventivas, inclusive do líder da associação criminosa, além de apreensões de drogas, tudo com o intuito de conferir materialidade delitiva e indícios de autoria aos delitos investigados, de modo que provas robustas foram juntadas aos autos. No curso da investigação, 09 (nove) pessoas da associação criminosa já haviam sido presas.

Nesse passo, na manhã desta sexta-feira (04), um efetivo global de 400 policiais irá cumprir, na cidade de Dom Pedrito, um total de 64 mandados de busca e apreensão e 36 mandados de prisão preventiva, além dos 24 bloqueios de contas bancárias, ou seja, um total de 124 ordens judiciais. A presente investigação recebeu o nome de “Operação Sicário” (sedento de sangue, sanguinário, cruel, assassino pago, malfeitor, facínora) em razão da frieza e facilidade com a qual o líder da associação criminosa ordenou o cometimento de crimes de homicídio, sempre em torno do tráfico de drogas, impondo medo na comunidade em que inseridos os investigados.

Fonte: Polícia Civil

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios