- DestaquesNOTÍCIAS

Mais um caso de zika virus em Dom Pedrito

Doença, assim como a dengue, é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

No início da tarde desta terça-feira (01) a Prefeitura de Dom Pedrito, através da Secretaria de Saúde, confirmou um novo caso de zika vírus no município. Trata-se de um homem de 39 anos que foi testado para Covid-19, onde deu negativo, dengue, resultado inconclusivo, e positivo para a doença citada acima.

O paciente trabalha como representante comercial de insumos agrícolas e por conta disso houve a suspeita inicial de intoxicação exógena, o que foi posteriormente descartado.

Ele apresentou os primeiros sintomas no dia 23 de  julho, que durante sete dias foram: febre baixa, dor de cabeça, manchas vermelhas pelo corpo, dores nas articulações e olhos vermelhos.

Através do comunicado enviado a imprensa, o Poder Executivo disse que está sendo mapeada a área em que o homem reside em um raio de 150 metros e que medidas estão sendo adotadas para eliminar possíveis focos do mosquito.

O Aedes Aegypti é o transmissor das doenças dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Confira o texto do Departamento de Comunicação na íntegra:

A Secretaria de Saúde comunica mais um caso de zika vírus, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, responsável também pela transmissão da dengue, chikungunya e febre amarela.

Trata-se de homem, 39 anos, representante comercial de insumos agrícolas, residente do bairro Santa Maria, próximo ao bairro Centro, tendo sido demonstrado os primeiros sintomas no dia 23 de julho, onde permaneceu por sete dias com febre baixa, dor de cabeça, manchas vermelhas no corpo, dores nas articulações e olhos vermelhos.

Em decorrência da profissão houve a suspeita inicial de intoxicação exógena, que poderia ter sido desenvolvida durante o transporte de algum produto, o que foi descartado pois a locomoção dos objetos para outros lugares é realizado obedecendo todos os cuidados necessários.

O mesmo testou negativo para a Covid-19, indeterminado para a dengue e positivo para zika vírus.

A Secretaria de Saúde está fazendo o mapeamento da área num raio de 150 metros e tomando as medidas necessárias para a eliminação de possíveis focos.

Fica registrado o pedido para que cada cidadão verifique regularmente, mesmo no inverno, em suas casas, qualquer possibilidade de água parada nos pátios, calhas, floreiras ou qualquer objeto que acumule água, por menor que seja.

Fonte: Departamento de Comunicação da Prefeitura.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios