- DestaquesNOTÍCIAS

Após onda de violência Governo autoriza operação policial em Dom Pedrito

Denominada de Ponche Verde, a operação visa combater a criminalidade através de patrulhamento e abordagens

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

O município de Dom Pedrito recebeu nesta segunda-feira (24), um reforço no efetivo da Brigada Militar. São cinco viaturas, 20 militares que deverão atuar no policiamento ostensivo no município. A ação foi autorizada pelo governo do Estado depois da onda de violência registrada nas últimas semanas, onde dois homicídios e quatro tentativas de homicídio deixaram a comunidade pedritense em choque.

Cap. Rolim

Nossa reportagem conversou com o Capitão Rolim, comandante da Brigada Militar em Dom Pedrito, que confirmou que a vinda dos brigadianos tem relação com os altos índices de criminalidade, números que se destacam na região. Bagé, por exemplo, não registra um assalto a estabelecimento comercial há dois meses, algo que causa espanto, se considerado a incidência desse tipo de crime na cidade.

Diante desse cenário, relatórios foram encaminhados ao comando da Brigada Militar, no sentido de pleitear um reforço no policiamento, pedido que foi atendido culminando com a vinda dos policiais qe foram vistos chegando nesta manhã.

Os militares oriundos de Santa Maria fazem parte do 2º Batalhão de Polícia de Choque e por isso ostentam uniformes e armamentos diferenciados. As ações começaram nesta tarde e deverão se estender por tempo indeterminado,

De acordo com Rolim, a Secretaria de Segurança Pública sinalizou que deverá autorizar transferências de Brigadianos para Dom Pedrito. “Não temos número, mas aguardamos com muita ansiedade, uma vez que são ações como essa que possibilitarão uma regularidade no policiamento”, destacou o comandante.

É sabido que a unidade da Brigada Militar de Dom Pedrito tem mais de 50 vagas em aberto, ou seja, não serão algumas transferências que deverão suprir a carência de efetivo. Sigamos acompanhando.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios