NOTÍCIAS

Bagé tem 10 profissionais da Saúde com confirmação ou suspeita de covid-19

O primeiro foco de coronavírus na cidade foi justamente na Saúde

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Um novo aumento no número de casos confirmados de coronavírus entre profissionais da Saúde chama atenção em Bagé. O primeiro foco de coronavírus na cidade foi justamente na Saúde – o “caso zero” foi o do provedor da Santa Casa de Caridade, o médico Jorge Moussa, que já está recuperado. A gravidade foi tanta que a Santa Casa chegou a ter 82 profissionais afastados. Atualmente, uma dezena está em isolamento por confirmação ou suspeita de covid-19, entre eles técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos.

Até o fechamento desta edição, de acordo com a secretária de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, Deise Quadros, seis profissionais da Saúde estavam afastados com confirmação da doença. Mais quatro estão isolados com suspeita de covid-19. Dois médicos integram a lista de trabalhadores afastados. Deise, ao apresentar os números, reforçou um pedido à população: Que sejam mantidos o distanciamento social e hábitos como a higienização das mãos e o uso de máscaras. Tudo para que seja possível passar dessa fase o mais rápido possível.

Monitoramento e atendimento

A confirmação quase diária de novos casos de coronavírus chama atenção não só pelo número de profissionais da saúde, mas também pela quantidade de idosos. Muitos leitores questionam os cuidados com os idosos positivados, que são mantidos isolados em casa. A principal dúvida é quanto ao monitoramento e o motivo pelo qual pessoas de mais de 90 anos, por exemplo, não são internadas se estão com a covid-19.

Deise esclareceu que todos os positivados, independente da idade, são monitorados, e também os casos suspeitos. Ela pontuou que as pessoas com a covid-19 passam por uma avaliação médica. Esse é o protocolo. Ou seja, se o médico diz que não é necessária a internação, o idoso permanece em casa, em repouso. As equipes da saúde monitoram diariamente e sempre há a orientação de que se o quadro se agravar devem procurar o pronto-socorro ou a UPA, serviços que funcionam 24 horas por dia.

Internações na Rainha da Fronteira

Pelotas atingiu, ontem, 100% de ocupação dos leitos de UTI adulto para covid-19. A lotação deixa a macrorregião em alerta: A Secretaria de Saúde do Pelotas recorre ao Cadastro de Gerenciamento de Internação do Estado. Ou seja, aqueles que precisarem ser internados em leitos de UTI serão transferidos para outras cidades. Bagé pode estar entre estes destinos. Atualmente, porém, não há nenhum paciente de Pelotas internado na Santa Casa de Caridade, de acordo com o titular da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde, o médico Ricardo Necchi.

O profissional, que também é chefe da UTI da Santa Casa, garantiu que, até o fechamento da edição, não havia solicitação de fora de Bagé para internação. Até agora, a Rainha da Fronteira recebeu apenas um paciente da cidade de Pelotas. Ontem à tarde, 12 pessoas estavam internadas na Santa Casa em leitos clínicos: Sete casos suspeitos (seis de Bagé e um de Pedro Osório) e cinco com confirmação para coronavírus (três de Bagé e dois de Pinheiro Machado). Na UTI, quatro suspeitos estavam internados – todos de Bagé.

Fonte: Folha do Sul

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios