- DestaquesNOTÍCIAS

Aos gritos de “mito”, Bolsonaro desembarca em Bagé

Presidente ergueu uma caixa de cloroquina, medicamento sem eficácia comprovada no tratamento da covid-19

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Saudado aos gritos de “mito”, o presidente Jair Messias Bolsonaro desembarcou em Bagé, na região da Campanha, provocando aglomerações. Recém recuperado da covid-19, Bolsonaro aproximou-se do público, baixou a máscara em alguns momentos, e apertou a mão de simpatizantes. A cena se repetiu no aeroporto, na escola cívico-militar e também no trajeto entre o colégio e o 3º Regimento de Cavalaria Mecanizada, quando desceu do veículo para conversar com apoiadores.

O presidente desceu do avião presidencial às 11h30min e logo vestiu uma máscara da prefeitura estampada com a frase “eu amo Bagé”. Bolsonaro percorreu o cordão de segurança  cumprimentando os apoiadores com apertos de mão. Também ergueu uma caixa de cloroquina, medicamento sem eficácia comprovada no tratamento da covid-19, sendo aplaudido pelos militantes. 

Em seguida, o presidente embarcou no comboio que seguiu em alta velocidade para o primeiro compromisso na cidade, a inauguração de uma escola cívico-militar, a primeira em operação no Estado.

No fim da cerimônia, o presidente seguiu, em comboio, para o 3º Regimento de Cavalaria Mecanizada. No meio da rua, desceu do veículo, para cumprimentar um grupo de apoiadores. Ele pegou uma criança no colo, baixou a máscara para tirar foto e depois recolocou o equipamento.

O presidente almoçará no regimento com autoridades políticas e militares. À tarde,  realiza entrega simbólica de duas unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios