NOTÍCIAS

Nova nuvem de gafanhotos se forma no Paraguai; Brasil faz treinamento de combate

Por enquanto, a principal preocupação é com o grupo de insetos que ainda está na Argentina e que pode voltar a se mover com a elevação da temperatura

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A nuvem de gafanhotos que está rondando a fronteira do Brasil com a Argentina continua se deslocando lentamente na Província de Corrientes, próximo à cidade argentina de Curuzú Cuatiá, que fica a 130 km do município de Barra do Quaraí e a 160 km de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

Segundo as últimas atualizações do Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa), parte da nuvem está em local de difícil acesso e controle químico. As baixas temperaturas na região ajudaram a conter a movimentação dos gafanhotos.

Enquanto isso, o Ministério da Agricultura brasileiro informou que há uma nova nuvem de gafanhotos se formando no Paraguai. A nuvem está na região do Chaco, no Departamento de Boquerón, a 300 km da Argentina, próxima a uma área de preservação ambiental.

Para fazer um trabalho de prevenção, os países da América do Sul tentam conversar com frequência sobre a movimentação dos gafanhotos. Nesta quinta, 16, o Ministério da Agricultura promoveu um seminário virtual para tratar do monitoramento e controle do gafanhoto migratório que preocupa produtores e técnicos dos países do Cone Sul.

O objetivo foi promover a troca de experiências e informações  sobre as ações de monitoramento e controle da praga, que vem sendo realizadas na Argentina e as medidas que podem ser aplicadas no Brasil.

Fonte: Canal Rural

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios