- DestaquesVARIEDADES

Que tal um banho no Rio Santa Maria, com temperatura de -3° C ?

Adepto de crioterapia, Zé Maria pratica a modalidade há 15 anos e diz que se sente muito bem

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Que tal encarar o frio da Campanha Gaúcha às 7h da manhã, um dos horários em que as temperaturas estão mais baixas durante os dias frios de inverno? se você acha que é difícil, imagine se aventurar nas águas geladas do Rio Santa Maria.

Durante a previsão do tempo do dia 14 de julho, convidamos seguidores para que nos enviassem imagens do amanhecer, e foi numa dessas mensagens que recebemos a foto do Zé Maria em meio as águas do rio onde a comunidade pedritense nasceu. Conversamos com ele e combinamos de no dia seguinte conhecermos a prática incomum desse cidadão.

Às 7h de hoje nos encontramos na Praia do Chiquilim e durante uma entrada ao vivo começamos a incomum previsão do tempo. Com os campos cobertos pelo véu branco da geada informávamos a comunidade sobre como dia havia amanhecido e os prognósticos para os próximos dias. Enquanto isso, Zé Maria “de molho”, nos contava que não se trata de nenhum exibicionismo, até porque ele pratica a técnica há 15 anos.

Tudo começou há aproximadamente 15 anos, quando um amigo chamado Telmo Mena, também acostumado a se banhar no rio em dias de geada, convidou o então estreante José Maria Goulart Vaz Sobrinho, o Zé Maria para experimentar a técnica. De lá para cá ele não parou mais.

Chamada de crioterapia, essa é um grupo de técnicas, geralmente utilizadas na fisioterapia para tratar lesões, entre outras moléstias. “A sensação é muito boa. Depois de fazer a adaptação com a água gelada, qualquer pessoa pode fazer”, disse o Técnico em Enfermagem.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios