NOTÍCIAS

Após dois meses de queda, economia cresce 1,31% no Brasil

Foi a maior alta mensal desde junho de 2018. No ano, contudo, recuo chega a 6,08%

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Após dois meses de forte queda, a economia brasileira, registrou crescimento em maio. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), ajustado para o período, subiu 1,31% no mês em relação a abril, segundo dados divulgados nesta terça-feira (14), em Brasília.

Essa foi a maior alta mensal desde junho de 2018, quando houve crescimento de 3,3%.

Sob efeitos da pandemia da COVID-19, o IBC-BR teve queda de 9,45% em abril, e de 6,14% em março, na comparação com o mês anterior. Em janeiro e fevereiro houve crescimento de 0,12% e 0,35%, respectivamente, de acordo com dados revisados.

Na comparação com maio de 2019, no entanto, houve recuo de 14,24% (sem ajuste para o período, já que a comparação é entre meses iguais). Nos 12 meses encerrados em maio, o indicador teve retração de 2,08%.

Fonte: Agência Brasil

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios