NOTÍCIAS

Polícia Civil conclui investigação que apura abuso sexual e morte de idosa em Bagé

A Autoridade Policial procedeu ao indiciamento pelos fatos de latrocínio consumado (roubo com resultado morte) e estupro de vulnerável

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A Polícia Civil, por meio da DEAM – Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Bagé, concluiu e remeteu ao Poder Judiciário o inquérito policial e o procedimento de adolescente infrator que apuraram as circunstâncias e a autoria do estupro e da morte de uma mulher idosa (65 anos), encontrada no dia 16 de março de 2020, sem vida, com diversas lesões (inclusive fraturas na face) e com sinais de abuso sexual, no interior de sua residência, localizada no Bairro Malafaia de Bagé. A casa da vítima estava com sinais de arrombamento e do seu interior foram subtraídos alguns objetos.

Em 14 de maio, a DEAM cumpriu MANDADO DE APREENSÃO E INTERNAÇÃO PROVISÓRIA de um adolescente infrator (17 anos) envolvido no fato, o qual se encontra internado no Centro de Atendimento Sócio-Educativo – CASE, na Cidade de Pelotas.

Nos dias 19, 22 e 27 de maio, a equipe da DEAM PRENDEU PREVENTIVAMENTE TRÊS INDIVÍDUOS envolvidos nos fatos, os quais se encontram recolhidos no Presídio Regional de Bagé.

A Delegada Daniela Barbosa de Borba, responsável pela investigação, informou que o êxito da elucidação deve-se ao trabalho eficaz e ininterrupto da equipe da DEAM, que contou com o apoio de ambos Distritos Policiais.

A Delegada esclareceu que, apesar da complexidade da investigação, que contou com provas como quebra de sigilo telefônico e interceptação telefônica, o trabalho resultou em uma apreensão de um adolescente e em três prisões preventivas cumpridas. Durante a investigação, inúmeras pessoas também foram ouvidas e mandados de busca cumpridos, além de outras diligências, sendo que alguns laudos periciais ainda estão pendentes de conclusão e juntada.

A Autoridade Policial procedeu ao indiciamento pelos fatos de latrocínio consumado (roubo com resultado morte) e estupro de vulnerável, considerando que a vítima foi gravemente ferida pelos agressores e, portanto, não tinha condições de oferecer resistência ao abuso sexual.

Fonte: Polícia Civil

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios