- DestaquesNOTÍCIAS

Voltas as aulas ainda estão indefinidas na rede municipal

Na rede estadual também não existe uma definição sobre o reinício

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Nesta segunda-feira (27), nossa reportagem entrou em contato com o Secretário Municipal de Educação e Cultura, Marco Antônio Rodrigues. O contato foi a fim de esclarecer boatos de que as aulas na rede municipal teria reinício nas próximas semanas. Conforme o secretário, ainda não existe nada definido, até porque o município depende de uma decisão estadual. Mas ele destaca, que no dia de hoje soube que a intenção do governador Eduardo Leite, é de que a volta possa ocorrer no final de maio, podendo essa decisão ser prorrogada por mais 30 dias, ou seja, para o final de junho.

Marco Antônio disse também, que “o certo é que até o final de maio não haverá volta, até porque nossa preocupação é com a quantidade de pessoas que estão no grupo de risco”. Muitos professores e funcionários estão nessa situação, e um retorno no dia 15/05 segundo ele, e que inicialmente estava previsto, traia muitas dificuldades porque não haveriam profissionais suficientes para o reinício das aulas.

Ele destacou também, que está sendo feito um levantamento para identificar quantos estão no grupo de risco (acima dos 60 anos ou com alguma doença que se enquadre no grupo). Por tudo isso, o secretário destacou que é muito difícil um retorno antes do final de maio. Marco finalizou ainda, falando sobre a educação infantil. “Nos preocupa muito esta questão também, porque o comércio voltou a funcionar, e existe uma pressão por parte dos pais que não tem com quem deixar seus filhos, o que é compreensivo”, disse o secretário, acrescentando que a educação infantil deverá ser a última a ter as aulas retomadas, pois as crianças são mais difíceis de controlar em função da pouca idade, e com isso terão contato direto com as atendentes, terão contato umas com as outras, irão dividir os mesmos brinquedos, ou seja, um alto risco de disseminação e um maio risco de contaminação.

Qwerty Portal de Notícias |

O Promotor de Justiça, Francisco Saldanha Lauenstein, também falou sobre o assunto. Segundo o promotor, é muito arriscado voltar nesse momento, acrescentando que as aulas podem ser recuperadas, mas as vidas não tem como. Além disso, ele lembra que o estado do RS está sinalizando que voltará com as aulas na rede estadual somente no final de maio, por isso, o mais cauteloso agora é a rede municipal siga as orientações do estado.

Na semana passada, o próprio governador Eduardo Leite anunciou, durante transmissão pela internet que a retomada das aulas não deve observar o calendário do distanciamento controlado, e que o mesmo deveria acontecer com as aulas da rede municipal, federal e particular, isto porque segundo ele, 20% da população gaúcha frequenta estas escolas, e neste momento a retomada das aulas ficaria mais distante.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios