NOTÍCIAS

Empresários se mobilizam para retomar as atividades em Venâncio Aires

Em Dom Pedrito o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas disse que algo parecido está sendo tratado

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Empresários de Venâncio Aires estão se mobilizando para retomar as atividades de suas empresas em breve. Por meio do WhatsApp, no grupo intitulado de ‘Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires’ – que neste momento já tem quase 100 integrantes -, os proprietários de estabelecimentos comerciais da Capital Nacional do Chimarrão trocam ideias e se articulam para levar ao prefeito Giovane Wickert o sentimento de necessidade de retomada dos serviços.

Os componentes do grupo têm a mesma opinião em relação ao funcionamento das empresas: ou se libera a operação, ou a crise financeira será muito pior quando vier a permissão dos governos, que no momento analisam medidas de combate à pandemia do coronavírus. Em Venâncio Aires, desde ontem à noite, somente podem operar estabelecimentos classificados como serviços essenciais, em especial os ligados à alimentação e saúde.

As tratativas seguem e, nos próximos dias, é possível que o grupo inicie uma pressão junto ao Município. Todos dizem compreender a atual situação e defendem que as medidas de prevenção à Covid-19 devem ser mantidas, mas acreditam que o momento é de ter cuidado em paralelo com o funcionamento de seus negócios. Uma das hipóteses ventiladas pelos empresários é buscar apoio da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Caciva) para a iniciativa, como forma de ter à frente da mobilização uma entidade representativa.

Fonte: Folha do Mate / Venâncio Aires

Dom Pedrito

Aqui no município, conversamos com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Sérgio Zani Vicente. Ele contou a nossa reportagem, que algo parecido está sendo tratado e avaliado no município, mas que deve ocorrer o mais breve possível, pois segundo ele, estamos ficando sem tempo e com possibilidade de uma comoção social.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios