NOTÍCIAS

Trump defende retorno de americanos ao trabalho e isolamento de idosos

Em sua conta oficial no Twitter, o político afirmou que é possível fazer distanciamento social e cuidar dos idosos ao mesmo tempo

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu hoje o retorno da população ao trabalho em meio à pandemia de coronavírus. Em sua conta oficial no Twitter, o político afirmou que é possível fazer distanciamento social e cuidar dos idosos ao mesmo tempo.

“Nosso povo quer retornar ao trabalho. Eles vão praticar distanciamento social e tudo mais, e os idosos serão cuidados de forma protetora e amorosa. Nós podemos fazer as duas coisas ao mesmo tempo. A cura não pode ser pior (de longe) do que o problema. O Congresso precisa agir agora. Nós vamos voltar fortes”, postou.

Um pouco mais cedo, o presidente dos EUA já havia feito uma série de tweets para cobrar a aprovação do pacote de estímulos fiscais contra os efeitos do coronavírus nesta terça-feira. “Quanto mais tempo demorar, mais difícil será para a economia. Nossos trabalhadores serão prejudicados”, escreveu.

Trump criticou os esforços democratas de atrelar a legislação ao chamado Green New Deal, proposta da oposição que trata de mudanças climáticas e desigualdades sociais. “O pacote contra coronavírus é sobre colocar nossos trabalhadores e empresas de volta ao trabalho”, destacou.

O republicano também salientou que, embora a Lei de Produção de Defesa tenha sido acionada, não foi necessário utilizá-la porque os produtores não se negaram a cumpri-la. Por meio do dispositivo, fabricantes de materiais médicos são obrigados a direcionar suas linhas de produção às necessidades do governo. “Milhões de máscaras médicas estão vindo como reserva para os Estados Unidos”, pontuou.

Fonte: UOL

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios