- DestaquesNOTÍCIAS

Na Nova Zelândia mais um pedritense relata situação nestes dias de quarentena por conta do COVID-19

Paula Garcez está em Mount Maunganui na Nova Zelândia e contou como está a situação naquele país

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Mais um pedritense conta como está a situação do COVID-19 na Europa. Desta vez nosso contato foi com Paula Garcez, que está em Mount Maunganui na Nova Zelândia. Até o momento já foram confirmados 102 casos de coronavírus na Nova Zelândia, mas o grande impacto no país será a diminuição drástica no turismo por conta da infecção, o que responde por boa parte da produção econômica neozelandesa. O país também anunciou na quinta-feira (19), a suspensão da entrada de pessoas não residentes no país, para reforçar as medidas destinadas a conter a propagação da pandemia de Covid-19.

Paula Garcez, pode nos passar alguns dados do Coronavírus aí na Nova Zelândia ?

Ate o momento existem 66 casos confirmados do COVID-19 na NZ, nível 2. São casos espalhados na ilha sul e norte.

Você acha que o vírus foi de alguma forma subestimado ?

Eh bem possivel, pela proporcao que se tornou. Lembro de assistir Globo Reporter ou ate mesmo, o Fantastico falando dos mercados e feiras a ceu aberto na China. Infelizmente, devido ao aumento da populacao, as pessoas comecaram abater animais, apropriados ou nao, para o consumo e vende-los de qualquer jeito para a populacao, sem nenhuma seguranca alimentar; animais estes, vivos ou mortos, ocasionando contaminacoes cruzadas.

Sobre o anúncio da quarentena, houve alguma corrida ou pânico por suprimentos por aí ?

A corrida por suprimentos comecou quando foi confirmado o primeiro caso na NZ. Antes, do diagnostico oficial, a procura era mais por mascaras e alcool gel. Assim, que foi confirmado o primeiro caso, filas imensas nos supermercados. Pessoas fazendo estoques gigantescos de produtos alimentares e higiencos.

A Primeira Ministra Jacinda Arden pediu que a população não entrasse em panico e também, não fizesse estoques desnecessários, pois outras pessoas também precisariam comprar mantimentos, mas infelizmente isso não aconteceu.

Como é estar em casa, morando numa cidade como Mount Maunganui ?

Moramos em Tauranga (cidade), Mount Maunganui (bairro). De certa forma, eh tranquilo, as vezes, ate demais rsrs, mas temos uma qualidade de vida e seguranca que compenca qualquer parte negativa.

O que as autoridades estão fazendo para enfrentar a situação ?

Estao orientando a populacao, principalmente, aquelas consideradas de risco, a ficarem em casa: idosos com mais de 70 anos, pessoas que voltaram ou chegaram recentemente na NZ deverao ficar em quarentena e se apresentarem qualquer sintoma entrar em contato, o mais rapido possivel, com os agentes da saude. E tambem, estao oferecendo alguns suportes financeiros para empresas e familias que nao poderao trabalhar neste periodo de quarentena.

Você acha que as pessoas estão mais protegidas ficando em casa ?

Talvez, desde que redobrem sua higiene e seus cuidados em relacao a si mesmo e aos outros, tenham uma alimentacao saudavel, na medida do possivel, facam exercicios fisicos em casa, peguem sol. Porem nada disso vai adiantar, se acharem que “nao vai dar nada”, se cuidem e cuidem dos outros.

Além das perdas humanas, já é possível mensurar os prejuízos financeiros decorrentes de uma crise como essa ?

Com certeza. Imagina companhias aereas que operavam com inumeros voos por dia e hoje estarao paradas. Lojas fechando ou reduzindo o numero de funcionarios. Os restaurantes e cafes, continuam funcionado, redobrando os cuidados necessarios. Eventos de pequeno e grande porte foram cancelados, de certa forma acaba afetando a vida de todos.

Tem acompanhado a situação do Brasil ? O que acha das medidas tomadas até agora para combater e prevenir a contaminação no país ?

Acho que o Brasil deveria fazer que nem a Italia, todo mundo em casa de quarentena de 40 dias e nao de 14 dias. Infelizmente, as medidas que estao sendo tomadas ainda sao poucas, diante do grande numero de casos confirmados. Se nao tomar uma medida mais energica para conter o virus, infelizmente pode ficar pior que a Italia.

O que você diria para os brasileiros, especialmente seus conterrâneos, sobre tudo que está vivendo e que ensinamentos se pode tirar disso tudo ?

Cuidem-se, protejam-se e ajudem o próximo. As pessoas que tiverem empresas de alimentação ou de outros serviços que conseguem trabalhar de ou num espaço comercial, ofereçam serviços de tele-entrega. Temos que nos ajudar. Se Deus quiser, tudo isso vai passar. As pessoas que estão em quarentena, por precaução, não encarem isso como uma punição. Tirem um proveito e façam algo diferente que na vida “normal” por falta de tempo, não conseguem fazer, como: limpar quintal, arrumar a casa, cozinhar, ler bons livros, criar brincadeiras que remetem memorias nos filhos, aprender algo novo, idiomas, etc. Sigam vivendo, reclamem menos, tenham empatia e façam algo que os deixam felizes na medida do possível.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios