- DestaquesNOTÍCIAS

Ônibus intermunicipais devem viajar com metade da capacidade para evitar disseminação do coronavírus

Empresas estão com linhas intermunicipais reduzidas e interestaduais suspensas temporariamente

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Os veículos de transporte intermunicipal passaram a transitar com 50% de sua capacidade desde ontem. A determinação é do governador Eduardo Leite, que decretou situação de calamidade pública por conta do novo coronavírus. “Só podem ser vendidas metade das passagens, inclusive nos ônibus mistos que oferecem no mesmo veículo as modalidades comum, leito ou executivo”, explica o diretor de Transportes Rodoviários do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Lauro Hagemann. “Se tiverem disponíveis, por exemplo, 12 poltronas, seis poderão ser ocupadas. A intenção é evitar a aglomeração de pessoas”, completou.

A pandemia de Covid-19 também alterou drasticamente a rotina de deslocamento dos bajeenses. A empresa Planalto, por exemplo, cancelou três horários de transporte para Pelotas: às 6h, às 11h30min e às 20h. A redução foi motivada pela queda de procura por viagens para a Princesa do Sul. No entanto, até o momento, a empresa segue realizando o transporte às 7h30min, às 10h, às 14h, às 16h e às 18h, diariamente. Já a empresa Penha, responsável pelo transporte para litoral, Santa Catarina, Paraná e São Paulo, está com as atividades suspensas temporariamente, com previsão de retorno no dia 25 de março.

As outras medidas adotadas pelo governo do Estado em relação ao transporte intermunicipal iniciaram na sexta-feira (13), quando o Daer emitiu uma ordem de serviço permitindo que as empresas ajustem as frotas e os horários das viagens de acordo com a demanda. Os veículos estão equipados com álcool gel, luvas e máscaras cirúrgicas. Foram ampliadas as medidas de higiene no início e no final das viagens, com a realização de limpezas durante trajetos longos. As medidas de higiene foram reforçadas nas estações rodoviárias.

A autarquia começou a monitorar a movimentação de passageiros nas principais estações rodoviárias por meio de boletins estatísticos. Desde segunda-feira (16), esses dados passaram de mensais para diários. Nesta quinta-feira (19), foi emitida uma ordem de serviço que determina a prorrogação de 30 dias no vencimento das licenças dos veículos de fretamento e turismo e nas autorizações de uso de veículos de terceiros. As empresas também poderão usar esse prazo para estender o pagamento de boletos e multas.

Fonte: Jornal Minuano

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios