NOTÍCIAS

Perdeu o prazo para o recadastramento biométrico? Veja o que fazer

Não realização do processo nos prazos estabelecidos provoca o cancelamento do documento

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

O eleitor que deixou o recadastramento biométrico para a última hora nos 22 municípios do Estado que encerraram o processo nesta quarta-feira (11) tem de ficar atento aos prazos para regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. Automaticamente, o cidadão que não fez o procedimento terá o título de eleitor cancelado, correndo o risco de não votar nas eleições 2020.

Para garantir participação no pleito municipal que decidirá os futuros prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, esses eleitores terão até o dia 6 de maio – 151 dias antes da votação – para reverter o cancelamento do título.

Secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), Daniel Wobeto destaca que as pessoas que compareceram aos cartórios eleitorais nesta quarta-feira, mas não conseguiram realizar o recadastramento, não terão o título cancelado automaticamente (veja mais abaixo). Wobeto estima que boa parte dos cidadãos estarão aptos para a votação deste ano:

— Todos os municípios vão chegar em um patamar bastante razoável de revisão de eleitores. Não vamos ter um cancelamento em massa que venha a prejudicar a eleição.

Em relação ao grupo que deixou de comparecer à Justiça Eleitoral nesta quarta-feira, Wobeto diz que o ideal é providenciar a regularização a partir da próxima semana e durante o mês de abril para evitar correrias e transtornos.

— Quem deixar para maio vai enfrentar fila de novo. Sai de uma fila e entra na outra — pontua.

Perdeu o prazo para o recadastramento biométrico? E agora?

Os eleitores que não conseguiram comparecer à Justiça Eleitoral nesta quarta-feira terão o título de eleitor cancelado. Com o documento restrito, o cidadão corre o risco de alguns impedimentos, como a não participação em concursos públicos e problemas na obtenção de passaporte ou carteira de identidade e na busca por empréstimos em bancos estatais.

Como regularizar a situação

O cidadão tem de comparecer ao cartório eleitoral munido de  documento de identificação e comprovante de residência para reverter o cancelamento.

E quem compareceu ao cartório nesta quarta, mas não conseguiu realizar o processo?

Os eleitores que receberam ficha de atendimento nesta quarta-feira, mas não conseguiram realizar o procedimento em razão das longas filas, terão novo atendimento agendado para os próximos dias. Essas pessoas não terão o título cancelado nesse período.

Prazos

Quem perdeu o prazo desta quarta-feira, tem até o dia 6 de maio para reverter o cancelamento do título e conseguir votar nas eleições municipais deste ano. Caso perca essa nova janela de tempo, o eleitor só poderá reativar o título em novembro, perdendo o pleito, e terá de pagar multa.

Confira os percentuais de eleitores atualizados nos 22 municípios

Cidade Fizeram biometria Percentual Total de eleitores
Camaquã 39687 78,01% 50875
Canela 26931 81,45% 33063
Canguçu 35803 80,88% 44269
Capão da Canoa 32142 81,33% 39522
Carazinho 38609 81,49% 47379
Cruz Alta 39483 81,52% 48436
Dom Pedrito 24481 81,14% 30172
Erechim 69341 87,06% 79649
Esteio 52409 77,15% 67931
Guaíba 59249 78,94% 75055
Ijuí 54649 84,37% 64772
Itaqui 21800 77,63% 28083
Lajeado 51068 83,42% 61215
Rosário do Sul 24929 77,34% 32234
Santa Cruz do Sul 84763 81,80% 103623
Santa Vitória do Palmar 20236 81,91% 24705
Santiago 35786 88,50% 40436
Santo Ângelo 49314 80,29% 61419
São Borja 39472 81,08% 48681
São Gabriel 36834 79,09% 46573
Sapiranga 50124 80,86% 61991
Torres 22910 76,42% 29978

Fonte: Gaúcha ZH.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios