- DestaquesNOTÍCIAS

Diretor da empresa Extremo Sul fala sobre a concessão da rodoviária de Dom Pedrito e possível construção em terreno

Construção de uma nova estação rodoviária está nos planos da empresa mas depende da aprovação em todas as fases do processo

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

No início da noite de ontem (10), nossa reportagem entrou em contato com um dos diretores da empresa Extremo Sul Terminais Ltda, empresa concorrente da concessão da rodoviária de Dom Pedrito. De acordo com Paulo Rogério Domingues Kurz, “o processo ainda tem algumas etapas, e uma delas foi a apresentação do projeto para a Subsecretaria de Administração Central de Licitações (Celic) da construção de uma nova estação rodoviária no município. O projeto será avaliado nos próximos dias, e após a abertura do envelope, demora uns 15 ou 20 dias, para a Celic avaliar o plano apresentado”.

Ele disse também, que depois será encaminhado para análise do poder concedente que é o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER), este órgão irá dizer se o projeto atende os requisitos ou não. Caso o DAER entenda que sim, ocorre a homologação da licitação. Posteriormente será feito o contrato que prevê duração de 25 anos e finalmente o mesmo é enviado para a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (AGERGS). “Isso deve demorar pelo menos de quatro a cinco meses. Paulo deixou claro que a construção depende muito da aprovação em todas as fases do processo, e que é preciso ter os pés no chão para não gerar expectativas na comunidade”, disse Paulo.

A Extremo Sul Terminais Ltda e a Meridional Terminais Ltda, tem como sócios Paulo Rogério Domingues Kurz e Gilson Renato Domingues Kurz. A Extremo Sul tem sua sede localizada na cidade de Pedro Osório onde atua, além disso, em dezembro do ano passado, começou sua atuação na rodoviária de Arroio Grande, e nos próximos dois meses deve iniciar também em Rosário do Sul onde também venceu a licitação. Já a Meridional possui concessões das rodoviárias de Jaguarão, Pinheiro Machado e São Lourenço do Sul. Kurtz aguarda a homologação do resultado de Dom Pedrito dentro da fase do processo licitatório, e ressalta que algumas mudanças serão necessárias. Ele destacou ainda, que sua empresa atua na cidade de Pelotas, onde é tercerizado da TTL Transporte de Turismo Internacional, sendo responsável pela venda de passagem para destinos fora do Brasil, dentre eles Montevidéo e Punta Del Este, ambos no Uruguai.

Sobre a possibilidade de uma nova rodoviária em Dom Pedrito

Paulo Rogério destacou ainda, que foi apresentado um projeto para uma nova estação rodoviária em Dom Pedrito, lembrando que este é um sonho da comunidade pedritense, mas que tudo ainda está sendo estudado, não há nada neste primeiro momento que possa garantir a construção, pois existem algumas etapas a serem vencidas. “O espaço escolhido em princípio, seria ao lado da Praça Nolfre Laus Rodrigues, mas provisoriamente, o início das operações deverá ocorrer ainda na estação atual, localizada na Rua Abreu Fialho”. Ele finalizou dizendo que, “este foi o melhor local encontrado e com certeza irá atender muito bem a comunidade, além de ficar próximo da saída e da entrada da cidade”.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios