- DestaquesNOTÍCIAS

Câmara aprovou – Em 2019, taxa de iluminação pública terá novo valor

Por sete votos a cinco, maioria decidiu aprovar o projeto do Executivo

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

No dia 10 deste mês, o plenário da Câmara de Vereadores aprovou em primeiro turno, o projeto de Lei Nº 57/2018, de autoria do Executivo municipal, que altera a contribuição para custeio da iluminação pública no município, a CIP.

Na sessão desta segunda-feira (17), após uma ampla discussão, a maioria dos vereadores aprovou em segundo turno a intenção da prefeitura em atualizar o valor da CIP – Contribuição de Iluminação Pública, para R$ 4,52.

O posicionamento da comunidade em relação a este aumento foi massivamente contra, visto que o serviço, na opinião da maioria, deixa muito a desejar.

Como era de prever-se, o Executivo, com maioria na Câmara de Vereadores, obteve êxito no seu intento. Os parlamentares que foram a favor, mesmo assumindo uma postura antipática, precisaram caminhas junto ao governo do qual fazem parte.

Robin Hood às avessas, essas foram as palavras do vereador Sérgio Roberto, quando qualificou como injustiça a lei que cobra o mesmo valor daquele que mora na vila e do que mora ao lado da praça central.

Vereador Renato Chiaradia, líder de bancada, saiu em defesa do Executivo, justificando que o prefeito não pode fazer renúncia de receita, e que os valores precisam ser, sim,  reajustados; que os menos favorecidos, em tese, por estarem no Cadastro Único, já estão isentos de tal contribuição. Renato, ainda desafiou os futuros governos a abolirem esta contribuição, caso tenham oportunidade, o que ele afirmou que não o farão.

Outros vereadores, em defesa do projeto, alegavam que o aumento de R$ 1,90 é muito pequeno para que se criasse  essa polêmica e que as pessoas depois de entenderem a real proposta passaram ser, inclusive, a favor.

Por fim, a votação nominal aprovou o aumento da CIP para R$ 4,52

Foram contra o aumento:

Ademir Marques Veiga

Jonathan Duarte

Luis Carlos Pinto Cruz – Caio

Ricardo Schlüter

Sergio Roberto Vieira

 

Foram a favor do aumento:

Ana Paula Salines

Eli Barbosa

Hiltom Ender Silva Lopes – Maninho

Luiz Carlos Moraes Costa

Renato Chiaradia

Rosemeri Martins

Terezinha Camponogara

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios