- DestaquesNOTÍCIAS

Skates x Trânsito parte 2 – Com a palavra, os skatistas

Praticantes falam de dificuldades, preconceito e projetos

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.
Foto: Thiago Garim

A primeira matéria que publicamos falando sobre a conflituosa relação entre os skatistas de Dom Pedrito e a comunidade, notadamente os motoristas, fez com que surgissem diversos posicionamentos contra e a favor. Nos últimos tempos, a presença deles na Rua Borges de Medeiros, ao lado da Praça General Osório, dividiu a opinião das pessoas.

Naquele primeiro momento, a Qwerty ouviu a opinião de autoridades locais que possuem, direta ou indiretamente, uma ligação com o trânsito. A ideia era justamente estabelecer a discussão sobre o tema no sentido de encontrar uma solução para uma situação já estabelecida. Muitos condenaram a prática do esporte na rua, alegando que já havia um local para isso, qual seja, uma pista na Pracinha da Paz, aliás, estrutura considerada inadequada pelos skatistas. Outros, apoiaram, dizendo que é preferível ver os garotos praticando um esporte do que se entregando a outras situações menos dignas, mesmo que seja ao lado da praça.

Foto: Thiago Garim

De positivo, surgiu, através da intercessão de André Úria, liderança comunitária local, uma proposta junto ao Executivo municipal que resultou em um acordo. Agora, todos os dias, no final da tarde, o trecho da Rua Borges de Medeiros, ao lado da praça central, é interditado em um dos sentidos para que os skatistas possam estar ali em segurança, enquanto não se encontra uma solução definitiva. Desta vez, então, ouvimos algumas pessoas da comunidade e conversamos com aqueles que são os envolvidos diretos na questão – os skatistas

 

Confira a reportagem.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios