- DestaquesNOTÍCIAS

Corsan paralisa obras na Sanga das Piúgas

Grande número de reclamações da população e problemas com atolamentos nos últimos dias seriam os principais motivos para esta decisão

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Na manhã desta sexta-feira (23), a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) enviou uma nota à imprensa comunicando sobre a decisão de paralisar as obras da rede de esgoto sanitário na Sanga das Piúgas.

O motivo para esta decisão seria o grande número de reclamações da população em relação à recomposição da pavimentação das ruas no entorno das obras.

A autarquia ainda destacou que os prazos para a conclusão deste trabalho pode ser alterado, mas esclareceu que pode aumentar o número de pessoas no local, após a retomada da ação, para que o tempo perdido seja recuperado.

Confira o comunicado da empresa:

A CORSAN INFORMA:

Está PROIBIDA qualquer nova escavação da obra de ampliação da rede de esgotamento sanitário, conhecida como Obra da Sanga das Píúgas.

O crescente número de reclamações  relacionadas a recomposição de pavimento e uma cobrança da Prefeitura Municipal obrigou a CORSAN através dos engenheiros responsáveis a tomar está atitude preventiva.

Apenas após o restabelecimento do pavimento do trecho já executado e nova fiscalização será retomada a obra.

A CORSAN se solidariza com a população em relação ao transtornos causados e continuaremos contando com sua ajuda no que tange à fiscalizar e denunciar eventuais irregularidades.

O prazo da obra pode ser comprometido, entretanto, a qualidade não. Assim que a obra for reestabelecida, se for o caso, estudaremos o aumento de frentes de trabalho para recuperamos o tempo ocasionado pelos transtornos.

A CORSAN agradece pela compreensão e está trabalhando para qualificar cada fez mais seu atendimento.

Giosepe Maino Bica

Gestor da Unidade de Saneamento de Dom Pedrito

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios