NOTÍCIAS

Após serviço de manutenção, equipe deixa cabos de telefonia soltos em frente à residência e moradora reclama

Ultimanente, muitos munícipes têm reclamado do serviço de telefonia em Dom Pedrito. Diversas pessoas utilizam os programas de rádio e redes sociais para reclamar da prestação de serviço oferecida pela Oi.

Na manhã desta quarta-feira (28), a reportagem da Qwerty Portal de Notícias recebeu o chamado de uma leitora que reside na rua Conde de Porto Alegre, proximidades do cruzamento com a rua 20 de Setembro. Conforme relato da comunicante, técnicos da empresa Oi haviam realizado manutenção na rede de telefonia e deixado os fios pendurados, obstruindo inclusive a entrada de sua residência, podendo causar um acidente. “Hoje pela manhã fui até o escritório da Oi para pedir que os fios fossem retirados, pois, se alguém sofrer um acidente, eles não vão se responsabilizar. Recentemente, algo parecido já havia acontecido: os técnicos cortaram alguns fios e deixaram largados na frente da minha casa. Depois de um tempo, tivemos que amarrá-los no poste para podermos ter acesso à residência”, informa a moradora, que teme que alguém acabe sofrendo um acidente em função dos fios, que estão a cerca de um metro e meio de altura.

Após conversar com a moradora, a reportagem foi até o escritório da Oi, onde uma funcionária confirmou que a moradora havia ido até lá para solicitar a remoção dos fios, entretanto, é necessário que uma ordem de serviço seja aberta. “Solicitei à comunicante que me fornecesse um número de telefone fixo para que eu formalizasse o pedido dela, porém, ela não possui telefone fixo em sua casa e também não forneceu o número de alguém que resida nas proximidades”, justificou a funcionária, acrescentando que os técnicos que realizam a manutenção da rede de telefonia são terceirizados pela Oi.

A solução, segundo a funcionária, é realizar a abertura de uma ordem de serviço, mas para isso, é preciso que o solicitante forneça um número de telefone fixo para que tal procedimento seja efetivado. “Precisamos obedecer um protocolo que determina que, para que os técnicos possam executar algum serviço, é preciso que haja ordem de serviço”, salienta.

Ao ser questionada sobre a execução do serviço realizado na frente da residência da comunicante, a funcionária reconheceu que houve um certo “desleixo” dos técnicos, pois eles apenas cortaram um dos lados dos fios e deixaram o outro lado conectado ao poste e soltos próximo ao chão. “O procedimento correto seria retirar os fios, porém, para que isso seja corrigido, é necessário abrir um novo procedimento”, concluiu a funcionária.

 

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios