- DestaquesNOTÍCIAS

Guiga fala sobre período em que permaneceu à frente do Executivo

Diego da Rosa Cruz (Progressistas), experienciou, durante a semana passada, ocupar o Executivo municipal enquanto o prefeito Mário Augusto de Freire Gonçalves viajava à Brasília e Porto Alegre. Em entrevista concedida na tarde desta segunda-feira (26), mas que será exibida, na íntegra, no Jornal das Oito de amanhã (27), ele falou sobre o período que, apesar de curto, serviu de aprendizado tanto administrativo quanto político.

Guiga salienta, em primeiro lugar, que buscou dar sequência no trabalho do prefeito Mário Augusto, mesmo o tempo sendo curto. “Ao menos serviu para que eu possa acompanhar mais de perto as secretarias e o funcionalismo, coisa que no Legislativo temos certa noção, mas no Executivo é que vemos a coisa da maneira mais real, oportunidade que tive durante estes três dias”, contou Cruz.

No período, o parlamentar aproveitou para visitar algumas secretarias, entre as quais, a Secretaria de Obras, Viação e Serviços Públicos – talvez a pasta mais demandada pela comunidade. Guiga reconhece as dificuldades, mas aponta que o próprio governo federal, que consome maior fatia dos recursos, acaba ceifando os municípios. “O que é óbvio que dificulta o andamento de todas as secretarias, mas o (secretário) Neri é uma pessoa que tem total confiança do prefeito, também admiro o trabalho dele. Agora é buscar solucionar essas dificuldades, como pneus, compra de algum item que está faltando”, salientou Guiga, complementando que o primeiro ano foi de organização estrutural da Pasta, que neste ano os resultados devem refletir na infraestrutura do município.

Nas secretarias da Saúde e Assistência Social, onde Guiga também realizou visitas, ele observa que também há cortes de recursos pela União. Ele cita como exemplo pacientes internados na Santa Casa, onde o SUS acaba pagando apenas 65% dos custos de internação nos primeiros sete dias, enquanto, após o oitavo dia, a internação acaba sendo custeada pela Santa Casa ou pelo município.

“Enquanto não tiver um novo pacto federativo, não se distribuir melhor os recursos, infelizmente será muito difícil este cenário mudar de forma satisfatória”, afirmou.

A entrevista completa será exibida no Jornal das Oito de amanhã, às 20h, através do Facebook da Qwerty Portal de Notícias e pela Qwerty TV (http://tv.qwerty.com.br).

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios