- DestaquesNOTÍCIAS

Diretores de rádio e provedor de internet de São Luiz Gonzaga visitam Dom Pedrito para conhecer a estrutura da Qwerty

Na manhã desta sexta-feira (16), a Qwerty recebeu a visita do gerente comercial da Rádio Missioneira, Milton Rochemback, e o proprietário da Viacom Informática, Almiro Grethi, ambos da cidade de São Luiz Gonzaga, na região das Missões.

O objetivo da visita foi, além de conhecer a estrutura da Qwerty Internet, Qwerty TV, Qwerty Portal de Notícias Qwerty Escola de Educação Profissional, trocar experiências e levantar informações sobre a atuação da Qwerty no que tange a publicação de conteúdos jornalísticos. O diretor da Qwerty, Marcos Brum, acompanhou a dupla e trocou informações com os visitantes, apresentando as dependências da empresa e também a equipe de trabalho da Qwerty,

Milton Rochemback, gerente comercial da rádio Missioneira, destacou que a motivação da visita à Qwerty é buscar um exemplo de formato jornalístico para agregar na forma de trabalho da empresa. “A Missioneira é uma emissora AM, porém, já solicitamos a migração para o formato FM. Possuímos também um portal de notícias, e viemos conhecer a estrutura da Qwerty com o intuito de adaptarmos um formato semelhante com transmissão de imagens na região das Missões”, pontua.

De acordo com o proprietário da Viacom, Almiro Grethi, a troca de experiências entre os provedores de internet é muito comum. Ele salienta que essa interação é fundamental para o crescimento dos provedores locais. “A Viacom atingiu praticamente 50% dos usuários de internet na cidade de São Luiz Gonzaga. Ainda temos a concorrência com uma empresa de telefonia, pois uma parcela dos usuários não abre mão dos telefones fixos, mas, em pouco tempo, atingiremos um percentual maior”, afirma Grethi, acrescentando que a evolução e investimento dos “pequenos provedores” está sendo um fator determinante na concorrência com empresas consideradas de grande porte. “A vantagem que temos é na assistência técnica. Empresas como a Oi, por exemplo, demoram cerca de 72 horas para prestar uma assistência, enquanto provedores locais prestam o serviço em 12 horas, no máximo”, enfatiza.

Acompanhe a entrevista completa no Jornal das Oito desta sexta-feira (16), através da Qwerty TV ou ao vivo no facebook da Qwerty Portal de Notícias.

 

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios