NOTÍCIAS

Confira o Informativo disponibilizado pelo escritório local da Emater – período 29/1 a 5/2

O Informativo Conjuntural divulgado nesta segunda-feira (5), produzido pelo escritório local da Emater, mostra que o preço do arroz continua baixo, R$ 36,00 a saca de 50 kg. Durante o período (29/1 a 5/2) o município não registrou chuvas. Até o momento, o acumulado é de 72 milímetros no ano. As temperaturas mínimas mantém-se na casa dos 20 ºC, enquanto as máximas, na casa dos 33 ºC.

Pecuária:

Bovinos de corte: houve redução na procura por animais das categorias de reposição em função da estiagem. A comercialização do gado gordo no momento está lenta, o preço pago nesta semana se mantém estável, mas com boa oferta de animais gordos. Os animais estão em bom estado tanto sanitário como nutricional. Em algumas localidades, a incidência de carrapato já é significativa obrigando o produtor a fazer o controle químico.

Bovinos de leite: a exemplo do gado de corte, o estado corporal e sanitário é bom, alguns produtores ainda enfrentam problemas com a liquidez do produto em função das dificuldades econômicas que a indústria compradora passa no momento. Os produtores tiveram dificuldade de implantação das forrageiras de verão devido ao déficit hídrico, que fez com que o produtor usasse outras alternativas importadas para a propriedade, aumentando seu custo por litro produzido.

Ovinos: neste período do ano já foi feito o desmame das matrizes objetivando ganharem peso para a futura estação de monta a partir do final do mês de fevereiro. Os produtores estão adquirindo reprodutores.

Pastagens: espécies nativas estão com boa oferta de massa verde em consequência das últimas chuvas, que apesar de poucas e irregulares, foram fundamentais para as gramíneas. As forrageiras de verão enfrentaram dificuldades para serem implantadas devido à falta de umidade no solo.

Apicultura: os produtores do município continuam pessimistas em relação à produção. As condições climáticas foram adversas na primavera e seguem sendo no verão.

Agricultura:

Arroz: Neste momento, os produtores estão fazendo o manejo indicado pelas consultorias e pesquisas. Percentual de 25% da área instalada está no período vegetativo e 75% no período reprodutivo: florescendo e granando. O estado sanitário é bom, em algumas áreas o controle de invasoras não foi total e está concorrendo com a cultura, a incidência da lagarta rosca foi controlada e pode-sedizer que já passou, algumas doenças ocasionais praticamente normais na cultura estão sendo controladas com fungicidas. O produtor que possui estrutura de armazenagem está comercializando o seu produto visando à liberação de espaço para a próxima safra que se aproxima.

Soja: as últimas áreas semeadas tiveram dificuldades para germinar devido à deficiência de umidade no solo. Muitas lavouras estão com porte baixo em função das condições climáticas adversas. Para normalizar esta situação, precisariam de chuvas com volumes significativos nos próximos dias. Já as que estão ocorrendo são muito irregulares e estão se repetindo nas mesmas localidades. 60% da área plantada já entrou no período reprodutivo iniciando o florescimento. A condição fitossanitária é boa.

Milho: a cultura do milho, juntamente com o sorgo, é sempre a última a ser estabelecida. Estimamos uma área de 1500 hectares já plantados. Sem problemas sanitários.

Sorgo: a exemplo da cultura do milho é a última a ser estabelecida. Estimamos que já esteja implantados 600 hectares. Sem problemas sanitários.

Olericultura: neste momento estão sendo entregues no comércio local e na Feira do Produtor: alface, couve, tempero verde, batata doce, melão, beterraba, abóbora, morango e outros produtos da época.

Cotações – 29/1 a 5/2

Arroz (saca de 50 kg): R$ 36,00

Soja (saca de 60 kg): R$ 64,50

Milho (saca de 60 kg): R$ 29,07

Sorgo (saca de 60 kg): R$ 20,33

Feijão (saca de 60 kg): R$ 132,35

Trigo (saca de 60 kg): R$ 30,38

Boi gordo (kg vivo): R$ 4,80

Vaca gorda (kg vivo): R$ 4,16

Vaca de invernar (kg vivo): R$ 4,14

Terneiro (kg vivo): R$ 5,00

Cordeiro (Kg vivo): R$ 6,50

Capão (Kg vivo): R$ 5,50

Lã Cruza especial (Kg): R$ 8,50

Leite (litro): R$ 0,92

Mel (Kg): R$ 10,50

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios