NOTÍCIAS

Bagé: assassino confessa crime e diz ter atirado quando tradicionalista amarrado tentou reagir

Rafael da Costa Pinheiro, 20 anos, assumiu a autoria do crime que vitimou o contador e tradicionalista Gilberto Bittencourt Silveira, na noite de ontem (31).

Ao contrário do que o indiciado teria falado anteriormente, que o crime teria sido cometido com uma marreta, em depoimento, acompanhado de seu advogado, ele afirmou que foi com um tiro – fato que foi confirmado pela perícia.

Aos policiais, Pinheiro disse que faz duas semanas que estaria em Bagé e que teria vindo para a Rainha da Fronteira “tentar a sorte”.

Então, ontem, foi até o kartódromo, deixou seu veículo e saiu a pé pela cidade, na tentativa de roubar algum carro. Diante disso, o acusado teria encontrado a vítima com a porta do veículo entreaberta. Foi então que o acusado rendeu Gilberto, portando um revólver calibre .38, e amarrou as mãos da vítima para trás com um lacre. Porém, na chegada ao kartódromo, o tradicionalista teria tentado reagir e acabou sendo baleado.

Jornal Folha do Sul

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios