VARIEDADES

Dom Pedrito – Carnaval de rua será realizado durante três noites

O Carnaval de Rua de Dom Pedrito terá três noites: sábado, domingo e segunda-feira (14, 15 e 16 de fevereiro), com início às 20h. Na segunda noite, haverá o julgamento, feito por cinco jurados, todos de fora do município. O desfile acontecerá, como já é tradicional, na rua Bernardino Ângelo, com concentração e início na Rua Sete de Setembro e dispersão e término na Andrade Neves. Não irá participar, neste ano, o bloco Vamos Falar de Saudade (Bloco da Vaca), que confirmou sua ausência. O percurso total é de 300 metros. As informações são da Assessoria de Turismo.

Conforme a assessora da pasta, Paula Bundt, o regulamento, elaborado para o triênio 2014/2016, determina todas as condições para a realização do Carnaval de Rua. Uma das regras é sobre o tempo de passagem, de cada entidade carnavalesca. “O tempo parado entre uma entidade e outra é somente o tempo que o caminhão de som leva para sair da dispersão e retornar ao início do desfile. O que é estipulado é o tempo de passagem na avenida. Os blocos burlescos têm 30 minutos, os carnavalescos 35 minutos e as escolas têm 45 minutos para passar”, explica Paula. A escola de samba Os Orixás não fez contato com a Assessoria de Turismo até o momento. A entidade não desfila há dois anos.

Segundo Paula, o bloco Nova Geração não confirmou participação, durante a reunião que ocorreu na terça-feira (13). O prazo foi estipulado até sexta-feira (16).

Estrutura
De acordo com a assessora, a iluminação da passarela do samba será nos mesmos moldes da do ano passado, com holofotes, pois não é mais permitido o cordão de luz. “A sonorização irá para licitação. O cercamento vai permanecer. Até a nossa intenção era de aumentar, mas como toda a questão de eletricidade vai ter que ser comprada, vai ficar muito caro. Então, acredito que vamos manter o cercamento como foi no ano passado”, afirma. O número de seguranças poderá aumentar. No ano passado, foram 25. “Esses seguranças são contratados para trabalhar nos 300 metros da avenida. Eu vou conversar com o comandante da Brigada Militar para ver a possibilidade de mais policiais para atuarem, porque, no ano passado, havia pouquíssimo efetivo durante o Carnaval. Sei que é difícil, mas considerando que em Bagé o Carnaval será fora de época, quem sabe se consegue. Porque fora dos 300 metros da avenida, não são os seguranças contratados que devem atuar”, argumenta Paula.

Para os gastos da festa cultural, há previsão no orçamento de R$ 50 mil, mais uma emenda popular, sugerida pelo segmento carnavalesco, de R$ 12 mil.  “Não é suficiente. Vai ter que haver suplementação. Esse valor é somente para repasse às entidades carnavalescas. A estrutura é paga com dinheiro do orçamento do Turismo”, ressalta a assessora. Paula acredita que todo o gasto com o Carnaval pode variar de R$ 80 a R$ 90 mil. “Nós gastamos com alimentação das equipes de trabalho – que entra Brigada Militar, todo o pessoal da prefeitura e jurados -, segurança, sonorização, toda a estrutura de luz, os troféus, aluguel de, pelo menos, uma fantasia para cada rainha. Tudo sai da verba do Carnaval”, informa. 

Conforme explica Paula, no ano passado foram instalados seis banheiros químicos. Neste ano, o número poderá chegar a nove.

A corte
Neste ano, haverá o acréscimo de mais uma categoria entre as rainhas. Além da Rainha Adulta e Infantil, haverá a Juvenil. O Rei Momo, que permanece  Renato Deyques, completa a Corte do Carnaval. “A gente sempre escolhe meninas que participam, que tenham a ver com algum bloco ou escola. Já temos todas as meninas definidas, mas pretendemos apresentá-las durante os ensaios dos blocos, na próxima semana”, completa Paula.

Confirmados
Blocos burlescos: Unidos da Duque e Bateria da Alegria

Blocos carnavalescos: Comigo Ninguém Pode, Asas da Imaginação, Liberdade e Folia, Malandros da Rio Branco e Ousadia e Alegria*

Escolas de samba: Estandarte de Ouro e Vagalumes do Luar

*No regulamento, diz que um bloco tem que passar na avenida em dois anos para garantir o suporte financeiro, dado pela Prefeitura Municipal. A partir do terceiro ano, o bloco pode receber ajuda de custo. O Ousadia e Alegria desfilou, pela primeira vez, no ano passado. Então, no próximo ano, o bloco poderá receber recurso.

Fonte: Lauren Krause
Reportagem: Elliézer Garcez
Jornalista Responsável: Marcelo Brum – MTB/RS 84.490 – FENAJ 8202
Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios