NOTÍCIAS

Dom Pedrito – Cidade registra apenas dois homicídios dolosos no ano de 2014

A grande marca que Dom Pedrito atingiu no ano de 2014, em questões de segurança, foi a de que não houve praticamente nenhum homicídio doloso durante o ano. Segundo os inspetores Patrício Antunes e Lauro Telles, isso foi consequência de um trabalho que teve início em 2012, com o delegado Fernando Pires Branco e continuou em 2013, com a delegada Marina Machado Dillenburg e visava desde o início combater o tráfico de drogas e em contrapartida outros crimes que são ligados a ele, no caso, o homicídio, pois conforme os inspetores, onde há tráfico, há homicídio, por questões de dividas e brigas. 

Ainda segundo eles, desde o ano de 2012 foram feitas cerca de dez operações que visavam combater o tráfico de entorpecentes. Foram presas diversas pessoas que possuíam em seus históricos crimes contra a vida. "Em decorrência dos próprios homicídios que ocorreram, foram realizadas algumas operações, como a "Operação Hooligans", que gerou na prisão de indivíduos de duas gangues rivais da cidade, que também já haviam cometido homicídios", contou o inspetor Patrício. Foram cerca de 15 homicídios consumados e mais de 40 tentados entre os anos de 2012 e 2013. 

Patrício encara o resultado de 2014, como extremamente positivo para Dom Pedrito, pois no ano passado ocorreram apenas dois indiciamentos para homicídios dolosos, que foram, a morte do menino Wellington e o caso de um atropelamento em via pública, na área central da cidade. "Estes não foram crimes como os outros, com tiro e esfaqueamento. Foram diferentes. Vale ressaltar que não ocorreram mortes por dívidas de tráfico de drogas, como as que ocorreram em outros anos", explicou o policial. 

O policial ressaltou o grande apoio que a Polícia Civil teve do Ministério Público e do Poder Judiciário. Sem contar do imensurável apoio da Brigada Militar, através de suas guarnições, realizando um trabalho ostensivo na criminalidade de Dom Pedrito. Antunes, revelou ainda, que a Polícia Civil gosta muito do trabalho do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da BM, que foi uma força muito presente durante o ano passado. 

Para quem quiser fazer uma denúncia, pode discar 190 (Brigada Militar) ou 197 (Polícia Civil). Sua identidade será preservada e você estará contribuindo com a segurança de Dom Pedrito.  

 

Reportagem: Elliézer Garcez
Por: Marcelo Brum – MTB/RS 84.490 – FENAJ 8202
Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios