NOTÍCIAS

Dom Pedrito – Conta de luz irá funcionar sobre sistema de bandeiras

As contas de luz já estão funcionando sob o sistema de bandeiras, e algumas já estão chegando de forma diferente à casa dos consumidores. O sistema de bandeira tarifária incluirá símbolos coloridos nas faturas, indicando aumento no preço da energia caso o país passe por período de aperto de oferta.

Implantado no meio do ano passado, o sistema ainda é alvo de críticas por parte de especialistas e entidades de defesa do consumidor. A adoção das chamadas bandeiras tarifárias transfere ao consumidor eventuais custos extras na geração de energia elétrica. Como as hidrelétricas dependem da chuva e do nível dos reservatórios, nas situações em que há pouca água armazenada, pode ser necessário o acionamento de termelétricas, o que eleva o custo da geração, em razão do uso de combustíveis como gás natural, carvão, óleo e diesel.

A bandeira independe do consumo individual de cada cidadão, pois está relacionada à situação dos reservatórios. Portanto, vai atingir todas as classes sociais, e não tem justiça nenhuma nisso. Com as mesmas cores das luzes dos semáforos, o sistema demonstrará ao cliente, na sua conta mensal, o grau de dificuldade no processo de geração da energia consumida na região. A bandeira vermelha, por exemplo, significaráum custo alto e a verde, baixo. Hoje, em todos os quatro subsistemas que compõem o Sistema Interligado Nacional (SIN), a bandeira a ser exibida nas contas de consumo é a vermelha.

Em 2015, as tarifas nas áreas cuja energia exigir maior custo de geração (bandeira vermelha) terá acréscimo de R$ 3,00 (três reais) nas contas para cada 100 quilowatt hora (kWh) consumidos. Nas de bandeira amarela, o valor extra será de R$ 1,50 (um real e cinquenta centavos) para cada 100 kWh. Quando a bandeira for verde, não haverá acréscimo nas contas. De acordo com o Chefe da Agência de Dom Pedrito, André Spolaor, todos os pedritenses hoje estão no sistema de bandeira vermelha, em virtude das condições atuais das hidrelétricas.

 

Veja um exemplo claro de como irá funcionar o novo sistema e entenda os custos a mais em sua conta: 

Suponha a conta de uma família com consumo mensal de 200 kWh, com valor de R$ 74,94 (Setenta e Quatro reais e noventa e quatro centavos):

Na bandeira vermelha (mais R$ 3,00 a cada 100 kWh consumidos, além dos impostos incidentes na tarifa): R$ 83,09 (+10,87%).

Na bandeira amarela: (mais R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos, além dos impostos incidentes na tarifa): R$ 79,02 (+5,44%).

Na bandeira verde (sem variação): R$ 74,94 (zero)

 

Reportagem: Marcelo Brum – MTB/RS 84.490 – FENAJ 8202
Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios