NOTÍCIAS

Secretaria de Educação do RS estuda compensar aulas perdidas em Janeiro de 2020

Professores protestam contra pacote de Eduardo Leite.

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A greve do magistério no Rio Grande do Sul completou 15 dias nessa segunda-feira (2) e por enquanto não há expectativa de ser encerrada, apesar de alguns professores já estarem voltando às atividades.

Segundo a Secretaria de Educação do Estado, da 2,5 mil escolas, 410 estão sem aulas, já o CPERS-Sindicato, aponta que 770 escolas estão com as atividades paralisadas.

O calendário da Seduc aponta que as aulas deveriam ser encerradas no dia 19 de dezembro. No entanto, mesmo se a greve se encerrasse agora, seria necessário compensar os 15 dias de aulas suspensas.

Segundo a Seduc, por lei, as escolas deveriam cumprir 200 dias letivos e 800 horas/aula. Quando a greve for encerrada, a secretária irá encaminhar uma orientação às direções das escolas. Uma das opções é realizar aulas também aos sábados, para compensar os dias perdidos.

Fonte: GaúchaZH

Por Antônio Pedro Soares

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios