- DestaquesNOTÍCIAS

Mãe tenta marcar consulta para o filho há quase um ano

Ela procurou a redação da Qwerty Portal de Notícias e contou o drama do filho com problemas neurológicos. Veja o que diz a Secretaria de Saúde do Município

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Quando o assunto é promover o bem estar dos filhos, uma mãe não mede esforços, e é isso que Marcia Thomaz Xavier vem fazendo há quase um ano. Cansada de esperar, ela procurou o Conselho Tutelar e também a equipe da Qwerty Portal de Notícias para relatar o seu calvário.

Marcia mora no Bairro Getúlio Vargas, precisamente no Meu Norte, em uma casa de tábuas com um casal de filhos. Seu sustento vem da venda de doces, como bolos que ela vende pelas ruas da cidade, portanto, trata-se de uma família carente. O seu filho de 12 anos possui um problema neurológico identificado como dislexia que em uma breve explicação técnica, caracteriza-se por uma perturbação na aprendizagem da leitura pela dificuldade no reconhecimento da correspondência entre os símbolos gráficos e os fonemas, bem como na transformação de signos escritos em signos verbais.

Marcia contou que entre idas e vindas à Secretaria de Saúde do município, recebeu uma ligação da referida secretaria onde foi informada que uma consulta estaria marcada para o dia 20 de novembro. Na madrugada dessa data, ela e o filho esperaram no local indicado, mas ninguém apareceu. Na manhã seguinte ela procurou a secretaria e informaram que a data correta era dia 28. Perto dessa data, ela mais uma vez entra em contato com a secretaria e para seu espanto foi informada que mais uma vez a consulta marcada com o neuropediatra tinha sido cancelada.

O que diz a Secretaria de Saúde do município

Entramos em contato com a Secretaria de Saúde de Dom Pedrito para entender melhor a situação enfrentada há um ano por esta mãe. Fomos atendidos pela secretária Lillian Loreto e sua adjunta Wanessa Montiel, que contaram para o nossa equipe os problemas e burocracias enfrentadas pelo poder Executivo.

Lillian explicou que o Governo do Estado tem um contrato com a cidade de Pelotas, da região, que é um polo de referência da região, onde disponibiliza consultas com especialistas para as cidades, e que este compromisso não está sendo cumprido pela Secretaria de Saúde daquele município. Ela ainda contou que está acontecendo hoje uma reunião entre as equipes técnicas das cidades atendidas por este contrato, secretaria de Pelotas e secretaria do Rio Grande do Sul para tentar solucionar esse problema.

Elas destacaram que a consulta que havia sido marcada para o dia 28 foi cancelada pela Secretaria de Pelotas e que tentam encontrar um meio de resolver essa situação. A Prefeitura de Dom Pedrito, visando atender essa demanda, realizou uma contratação emergencial de um neuropediatra na cidade de Bagé, onde são disponibilizadas ao nosso município 20 consultas ao mês, mas desde outubro não vem sendo oferecidas por falta de agenda do profissional.

Sobre a confusão no dia 20 de novembro, a secretária afirmou desconhecer essa situação.

Lillian também falou que a secretaria está sempre à disposição para receber a comunidade e para tentar solucionar esses problemas da melhor forma possível.

Enquanto essa matéria era feita, recebemos a informação tanto da secretaria, quanto da mãe, que a consulta já foi novamente agendada para o dia 09 de dezembro.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios