- DestaquesNOTÍCIAS

Cobrança de dívidas, tortura e tentativas de homicídio

Criminosos que atuavam em Dom Pedrito foram presos pela polícia na manhã desta sexta-feira (29)

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A Polícia Civil (Delegacia de Dom Pedrito, Draco/Bagé e 1ª DP/Bagé), com apoio da Brigada Militar (POE/Bagé), realizou uma operação policial nesta manhã. Trata-se do cumprimento de mandados judiciais que visavam prender membros de uma quadrilha de traficantes que estava na cidade há várias semanas cobrando dívidas de traficantes e usuários, fazendo, inclusive uso de tortura em suas ações criminosos, e pasmem, a lista é grande. Um dos devedores é um rapaz que foi vítima de uma tentativa de homicídio há algumas semanas e outra, é uma menina que aparece em um vídeo que viralizou nos grupos de WhatsApp, sendo ameaçada com um revólver na cabeça.

Esses indivíduos chegaram a alugar casas em Dom Pedrito, onde se estabeleceram, além de usar outros pontos de apoio. Um deles tem mandado de prisão expedido pela Comarca de Charqueadas, além de um Mandado de Prisão Preventiva por conta da tentativa de homicídio ocorrida na Pracinha da Paz.

Nesta manhã (29), portanto, os policiais se dirigiram até uma das residências que fica na localidade conhecida como “Beco do Erni”. De alguma forma eles perceberam a presença dos policiais e fugiram pelos fundos da casa, armados. A área foi cercada e os dois indivíduos capturados. Na fuga, um deles ainda agrediu uma mulher. Com eles estavam duas armas – uma pistola 9mm e um revólver calibre .38. Também foi apreendida grande quantia de dinheiro e curiosamente, um bastão para aplicar choque elétrico nas vítimas

Victor Vieira de Souza Neto (Cabeludo) e Maurício Nogueira de Souza foram presos preventivamente, e em flagrante delito pelo porte de arma. Após serem levados para o Pronto Socorro para o exame de Corpo de Delito, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, onde foi confeccionado o Boletim de Ocorrência.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios