- DestaquesNOTÍCIASSEGURANÇA

3º Pelotão Ambiental da BM detém pescadores profissionais em Dom Pedrito

Eles estavam utilizando material de pesca irregular, com peixes fora das medidas legais e mau acondicionados

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Na manhã de hoje (9), o 3º Pelotão Ambiental da Brigada Militar, efetuou a prisão em flagrante de dois grupos de pescadores profissionais, em Dom Pedrito. Em entrevista concedida à nossa reportagem, o Tem Alan, comandante do pelotão, disse que a averiguação foi realizada depois que denúncias davam conta de que pescadores estariam naquela região, realizando pesca de forma irregular.

De posse dessas informações os militares foram em duas viaturas até os locais descritos, na localidade de “Passo Fundo”, cerca de 20km da área urbana. Em um dos acampamentos foram encontrados cinco indivíduos e em outro acampamento, mais quatro pessoas, todos oriundos de Rio Pardo. As irregularidades foram constatadas, primeiro com relação ao diâmetro das redes, que em nossa bacia é de 120mm, conhecida como malha 6. com apenas um dos grupos foram encontrados aproximadamente 1500 m de redes. Todo o material foi apreendido. Os infratores foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Dom Pedrito, onde foi realizado o Boletim de Ocorrência.

A intenção da Brigada Militar era de realizar a doação dos peixes apreendidos, ao menos parte dele, que estava em melhores condições. Em outra oportunidade, por não haver quem se responsabilizasse, os peixes foram todos descartados, o que aparentemente será o destino dos peixes apreendidos nesta ocorrência.

O Ten Alan frisou que é importante que a comunidade denuncie situações semelhantes, uma vez que infelizmente não há limite de peso para pescadores profissionais, o que acaba gerando uma pesca predatória, comprometendo assim a perpetuação de muitas espécies de peixes, que já não existem mais nas cidades de onde vem esses pescadores.

Denúncias podem ser feitas pelo tel (53) 3242 5577.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.