- DestaquesNOTÍCIAS

Tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, desacato e resistência à prisão

Essas são, resumidamente, algumas das ocorrências da madrugada deste domingo, que foram atendidas pela Brigada Militar de Dom Pedrito

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A madrugada deste domingo (14), prometia ser movimentada na área policial. Com várias festas acontecendo em pontos diferentes da cidade, era esperado que fatos violentos pudessem acontecer, e assim foi.

Ao menos três ocorrências precisaram ser registradas na delegacia local

O primeiro, trata-se de um caso de porte ilegal de arma de fogo. A Patamo – Patrulha Tático Móvel da Brigada Militar, quando em patrulhamento de rotina, abordou o motorista de um veículo que trafegava pela Rua General Carneiro. Ao vistoriar o interior do automóvel, os militares encontraram uma arma de pressão, modificada para calibre .22. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Polícia, onde foi feito o registro do fato. A autoridade policial arbitrou a fiança de R$ 800,00, que foi paga pelo acusado.

Arma apreendida

O segundo fato, trata-se de uma tentativa de homicídio que aconteceu nas proximidades do Dom Pedrito Country Clube. Um homem de 20 anos de idade, teria chegado correndo, da direção da Escola Artur Vilamil de Castro em direção ao clube que promovia uma festa. Ali, não se sabe em que circunstâncias, ele foi agredido com uma faca. A vítima, identificada como Tiago Soares, de 20 anos de idade, teve evisceração e foi socorrido pelo Samu. Ele foi levado para o Pronto Socorro local e a expectativa era de que ele fosse submetido a procedimento cirúrgico aqui mesmo na Santa Casa de Caridade de Dom Pedrito.

Momento em que o menor é levado para a Delegacia de Polícia

O terceiro fato, trata-se de um menor de idade que foi abordado por uma das guarnições da Brigada Militar. Desde o início da abordagem, o indivíduo se mostrava arredio aos procedimentos dos militares. Ele desacatou os membros da guarnição e por isso foi detido. Levado ao Pronto Socorro para exame de lesões corporais, ele, inda, promoveu desordem no interior do PS, precisando da intervenção dos policiais. Na saída, quando o infrator foi colocado na viatura, eis que se apresentam dois homens e uma mulher, que estavam com o menor momentos antes. A mulher se postou em frente à viatura enquanto bradava contra os policiais. Os outros dois permaneciam perto, mas todos queriam saber o porquê da prisão. Nisso o menor começa a dar chutes dentro da viatura, momento em que chega a mãe do indivíduo. Na tentativa de contê-lo, ele agride os policiais que precisam usar da força moderada para conter o indivíduo. Enquanto se dispersavam, os dois homens e a mulher proferiam ofensas aos policiais. O menor e a mãe foram levados para a delegacia onde foi feito registro do fato.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.