- DestaquesNOTÍCIAS

Autorizada reforma da escola Risoleta de Quadros

A empresa responsável terá 90 dias para concluir a obra, contados a partir de 13 de junho, data da assinatura do contrato

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Conforme o Jornal Minuano, de Bagé, depois de ser assinado, em 13 de junho, o contrato para início das obras na Escola Risoleta de Quadros, em São Sebastião, no município de Dom Pedrito, a reforma será realizada pela empresa Matzembacher Engenharia Ltda, de Giruá, que terá tem 90 dias para concluir a empreitada.

A melhoria estava prevista desde o ano passado e somente foi possível devido a uma suplementação financeira de R$ 150 mil. Inicialmente, a obra seria realizada com apenas R$ 50 mil. A escola ainda aguarda a definição da implantação do Ensino Médio, que está tramitando no Estado.

Conforme o coordenador regional de Obras Públicas, César Vasconcellos, o projeto prevê reforma do refeitório, laboratório e sala de multiuso, cobertura das passarelas, adaptação de sanitários para portadores de necessidades especiais, acessibilidade e Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI). Também serão substituídas, segundo ele, duas salas de madeira por alvenaria.

De acordo com o coordenador interino da 13º coordenadoria Regional de Educação, Geovane Luis da Silva, a reforma da escola não garante a retomada do Ensino Médio, suspenso em 2017. Na ocasião, os estudantes foram matriculados automaticamente na Escola Estadual Nossa Senhora do Patrocínio, localizada na zona urbana de Dom Pedrito , há quase 100 quilômetros do vilarejo. Na antiga instituição, na atualidade, estudam cerca de 50 alunos no Ensino Fundamental.

Como a escola ficava distante – no caso dos integrantes do Ensino Médio -, a alternativa mais viável, de acordo com as famílias dos estudantes, seria transportar a turma para aulas em Bagé ou até o Instituto Estadual de Educação Doutor Bulcão, em Lavras do Sul, já que as duas alternativas estão há menos de 40 quilômetros de distância da Vila. A maioria dos estudantes foi transferida para escolas de Bagé e tal situação permanece. “O processo é burocrático e passa pela Secretaria e Conselho Estadual de Educação”, comenta Silva.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.