- DestaquesNOTÍCIAS

Júri Carlos Leomar V – defesa começa a expor a sua tese

Segundo a defesa, Carlos Leomar desistiu de matar a vítima

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Surpreendentemente, a defesa falou ao jurados que iria, sim, pedir a condenação de Carlos Leomar, visto que a defesa aceita a existência do fato e que o réu é o autor, mas que ele não matou Dilson, visto ter desistido depois de ter iniciado a ação.

Dr. Jose Paulo Schneider sustentou a tese de que Carlos Leomar agiu sob violenta emoção, visto que, sim, sua irmã foi muito insultada e que as lesões formadas por ocasião das agressões não são condizentes com as afirmações da acusação. O fato de Carlos Leomar ter admitido o que fez e de ter se entregado bem como a faca utilizada no crime, devem ser levadas em consideração para atenuar a culpabilidade do reu.

Dr. Richard, também sustentou a tese que Carlos Leomar não matou a vítima porque não quis e que alguns depoimentos são no mínimo suspeitos, visto serem relatos do que se ouviu dizer.

Não é demais mencionar que durante todo o tempo, a defesa e o Ministério Público mantiveram um clima que poderia se denominar de “animosidade democrática”, tamanha era o empenho de parte a parte em fazer valer suas versões, e que precisavam vez por outra, da intervenção do juiz.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.